Viagem no tempo através do cinema – Parte 2



Imagine que você é um escritor e roteirista, apaixonado por literatura, de férias em Paris, passeando pela cidade, quando, de repente, um carro estaciona do seu lado e de dentro do veículo Francis S. Fitzgerald e Zelda Fitzgerald te convidam para uma festinha com o compositor Cole Porter tocando e cantando ao vivo. E depois disso tem esticadinha num restaurante para beber e jogar conversa fora com os pintores Salvador Dali e Pablo Picasso. Estes são somente alguns dos gênios que encontrará no belíssimo filme Meia noite em Paris (Midnight in Paris, 2011, EUA/Espanha).

O diretor/Gênio Woody Allen nos conduz ao túnel do tempo para viajar aos anos 20 e Belle Époque . Vocês devem estar me achando nostálgico demais. Outro post sobre anos 20 (risos). Mas é porque achei lindo este filme. Em Meia noite em Paris, um famoso roteirista chamado Gil Pender (Owen Wilson) esta escrevendo um romance. Ele viaja à Paris em férias junto com sua noiva Inez (Rachel MacAdams) para ter inspiração e terminar sua obra. Mal sabia ele que essa viagem mudaria totalmente sua vida.

Gil se encanta pela cidade luz e começa a fazer planos para se mudar definitivamente para lá, mas sua noiva é contra a ideia, e quer que ele continue sua bem sucedida carreira de roteirista hollywoodiano em Malibu; mas Gil é convencido simplesmente pelos escritores Ernest Hemingway e Gertrude Stein a ficar e continuar com seu sonho literário. Além de viver um affair com a amante de Pablo Picasso Adriana (Marion Cotillard). Que, cá pra nós, é um baita motivo pra ficar. Eu ficaria fácil (RISOS).

Durante passeios por velhos antiquários, museus (onde a lindíssima primeira dama da França Carla Bruni é a guia), Champs-Élysées e restaurantes chiques ele percebe que é completamente diferente de sua futura esposa e que, definitivamente, seu futuro sogro e futura sogra não morrem de amores pelo seu estilo de vida.

(Da esq. p direita Michael Sheen, Rachel MacAdams, Woody Allen, Owen Wilson e Lea Seydoux no festival de Cannes 2011)

Meia Noite em Paris está concorrendo ao Oscar de Melhor Filme, Diretor (Woody Allen) e Roteiro original. O filme é mais uma obra prima de Woody Allen que encantou pela sua bela fotografia da cidade luz e capacidade de nos transportar para uma época tão longínqua, e  cheia de beleza. Dá até vontade de morar lá.

Moral da historia: A vida é surpreendente, sempre devemos seguir nossos sonhos e se bebermos umas e outras poderemos acordar num show do Jimmi Hendrix em Woodstock, ou na corte do Rei Luís XIV, ou no Soul Train ao lado de Marvin Gaye (como seria bom se fosse verdade-Risos)
Confira o Trailer


Essa postagem foi elaborada por: 


Contato  





AINDA ESTÁ ROLANDO SORTEIO DESSE LIVRO!PARTICIPE!


7 comentários:

  1. Já assisti ao filme, realmente é muito legal, amei ♥

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha do filme, quero assistir logo *-*

    Beijos
    http://vaniteeen.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Adoro cinema você sabe ne!!!

    Amei a postagem!!!

    www.deysejoyce.com

    Bjins

    ResponderExcluir
  4. Nossa que show, o filme, fiquei com vontade de ver, você sempre arrasando e com novidades em primeira mão Paloma

    http://www.perfeitinhablog.com/
    http://thaisr-encomendas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. AHH Meia noite em Paris é fascinante e apaixonante! Ótimo post, ótima recomendação *-*

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Ah nao conhecia esse filme nao, valeu a dica...

    Valeu a visitinha e carinho no meu blog tá.

    Beijinhos e fique com Deus

    www.universoglam.com

    ResponderExcluir
  7. Estou louca para assistir esse filme.
    Adorei o post.

    Gaby,
    pitadadecultura.blogspot.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.