Entrevista com ganhadora do caderno poesia Porã-Barbara Fabbroni


Olá pessoas! Hoje trago entrevista com Barbara Fabbroni,a ganhadora do caderninho de poesias da Porã Artes. Quem quiser conhecer o trabalho da Porã é só clicar AQUI! E ainda hoje vou postar resenha fresquinha para vocês, porque o post de moda é só semana que vem! Beijos!

Jornalismo na Alma-Qual a sensação que teve quando soube que foi a grande sortuda da promoção do caderno Porã?
Barbara Fabbroni-Eu fiquei muito feliz e eu realmente estava torcendo muito para ganhar o caderno. Eu adoro escrever e escrevo principalmente contos, então ele será muito útil para quando eu estiver andando por aí e tiver uma inspiração. Além disso, meus contos ficarão guardados num lindo caderninho.

Jornalismo na Alma-Como você definiria o trabalho artesanal da Porã Artes?
Barbara Fabbroni-O trabalho deles é muito bem feito, todo cheio de detalhes, delicado. O que eu mais gostei quando o caderno chegou em casa foi que eu constatei que ele é levinho. Eu pensei que fosse mais pesado, mas assim eu posso levá-lo para onde eu for.

Jornalismo na Alma-Esse é o primeiro sorteio em blog que ganha?
Barbara Fabbroni-Esse é o primeiro sorteio que eu ganho! Nunca havia ganhado nada antes.

Jornalismo na Alma-O que achou das poesias inclusas no caderno?
Barbara Fabbroni-As poesias são lindas. Eu vivo em São Paulo, então realmente me identifico muito com aquelas palavras.

Jornalismo na Alma-Você curte ler que tipo de livros?
Barbara Fabbroni-Eu adoro ler, então leio diversos tipos de livros. Desde romances, terror, fantasia, até livros de psicologia, que é a minha área.

Jornalismo na Alma-Atualmente está lendo algo? O que?
Barbara Fabbroni-Eu estou lendo "Uma mulher de fibra", da Barbara Taylor Bradford. Foi um livro que minha tia me emprestou e achou que eu iria gostar. Estou quase na metade e estou adorando.

Jornalismo na Alma-Qual livro você daria para um inimigo? Por quê?
Barbara Fabbroni-"O Vendedor de Sonhos", do Augusto Cury. Eu sou um pouco suspeita para falar, pois sou estudante de psicologia, mas odiei esse livro. Talvez porque o autor fala mal dos psicólogos no começo do livro e passa o restante dele dogmatizando conceitos da psicologia, além de utilizar termos psicológicos de forma errada. Todos os meus colegas de profissão que já leram o livro também odiaram. Com certeza, se meu inimigo fosse um psicólogo, ele iria me odiar por ter lhe dado esse livro.

Jornalismo na Alma-Qual livro daria para um amigo? Por quê?
Barbara Fabbroni-"A Menina que Roubava Livros", do Markus Zusak. Esse livro é simplesmente maravilhoso. É difícil ler no começo, mas depois que você passa do primeiro capítulo, é encantador, não dá para parar de ler antes de chegar no fim. Além disso, é uma história muito tocante que nos faz repensar nossas vidas. É difícil eu escolher somente um livro favorito, mas esse com certeza está entre eles.

Jornalismo na Alma-Se fosse um personagem de livro, qual seria? Por quê?
Barbara Fabbroni-É difícil escolher... Quando eu tinha entre uns 11 e 13 anos, eu queria viver em Hogwarts. Hoje eu acho que escolheria ser a Arya, de "Eragon", do Christopher Paolini. Eu gosto muito de história de fantasias e nesse livros a Arya é uma elfa linda, sensual, determinada, experiente e inteligente. Não escolheria ela tanto por ser uma elfa, mas mais pelo tipo de mulher que ela representa.


(Barbara Fabbroni)

9 comentários:

  1. Que fofa e sortuda! Parabéns
    Entrevista como sempre 10. Bjs , Pa

    ResponderExcluir
  2. Sortuda! O caderno é lindo!

    http://meumundoecolorido.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Excelente entrevista! Parabéns à Bárbara!

    ResponderExcluir
  4. Excelente entrevista!
    Parabéns Bárbara!

    ResponderExcluir
  5. Que fofa ela.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que lindo, eu ia adorar um caderno assim pra escrever meus poemas.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.