Entrevista com o escritor Eduardo França

Olá meus leitores! Estou trazendo para vocês entrevista com o escritor Eduardo França, que lançou a maravilhosa obra A escolha (CONFIRA RESENHA AQUI!) Ele é super atencioso e simpático. Um dia abri minha caixa de e-mails que lá estava uma mensagem do Eduardo, falando sobre o Jornalismo na Alma e agradecendo pela minha resenha. Fiquei muito feliz, pois ele é um dos autores que entrou para minha lista de favoritos. Vamos conferir essa super entrevista? 


Jornalismo na Alma-Como surgiu o desejo de lançar um livro?
Eduardo França-Antes de pensar na possibilidade de publicar, eu já rascunhava algumas tramas. Com o tempo isso foi se tornando mais presente na minha vida, como algo necessário.

Jornalismo na Alma-Você tem quantos livros publicados?
Eduardo França-A Escolha é o primeiro livro publicado.

Jornalismo na Alma-Como você configurou os personagens? Regina foi inspirada em alguém?
Eduardo França-Regina, Danilo, Beto e Suzana já estavam no meu imaginário, tinham algumas falas, situações quando iniciei o texto, os demais foram surgindo naturalmente, e fui me surpreendendo. Não me inspirei em ninguém para escrever a Regina, mas é um tipo comum e muito bom de escrever.

Jornalismo na Alma-Como escolheu o nome do livro?
Eduardo França-A editora Vida e Consciência nomeou. Considerei bem apropriado.

Jornalismo na Alma-Quanto tempo levou para escrever A escolha?
Eduardo França- Não calculei, levei alguns meses.

Jornalismo na Alma-Você se inspirou na obra ou escrita de algum autor para elaborar o livro?
Eduardo França-Acredito que tenha a influência dos escritores que admiro e aprendo muito, e também da vida, das observações.

Jornalismo na Alma-Sobre qual tema escreveria um outro livro?
Eduardo França-Nos mesmos moldes, refletindo sobre a espiritualidade, conflito familiar...

Jornalismo na Alma-Qual a maior dificuldade que enfrentou para publicar seus livros? Como superou essa situação?
Eduardo França- Aceitação. Não é tarefa fácil ter um trabalho publicado, porém é muito prazeroso escrever, então impera a obstinação. Quando é um chamado a gente supera os nãos que vão surgindo. Um parêntese: o meu agradecimento ao escritor Marcelo Cezar, também editor, que foi o primeiro a ler e acreditar no texto.

Jornalismo na Alma-Com sente-se com a receptividade das pessoas que leram as obras?
Eduardo França-Muito bem, tem sido muito importante os comentários, pois me encorajam para mais um desafio.

Jornalismo na Alma-Tem planos para 2012 no universo da literatura?
Eduardo França-Sim. Estou sempre escrevendo algo.

Jornalismo na Alma-Diga um autor preferido no Brasil? Por quê?
Eduardo França-Não consigo falar só um porque vários escritores contribuem para minha formação. Posso dizer que aprecio a mensagem e sensibilidade do Marcelo Cezar, a perfeição e estilo de Machado de Assis, a força e mistério de Clarice Lispector, entre outros.

Jornalismo na Alma-Diga um autor estrangeiro preferido? Por quê? 
Eduardo França-No momento Allan Kardec pelos ensinamentos.  

Jornalismo na Alma-Atualmente qual livro está na sua lista de desejos?
Eduardo França-Vários. A Atriz, Mônica de Castro. Recentemente inclui na lista Cem anos de solidão, Gabriel Garcia Márquez e mais alguns.

Jornalismo na Alma-Qual a dica que você daria para futuros escritores?
Eduardo França-Ler, escrever e não desistir.

Jornalismo na Alma-Para encerrar gostaria de fazer um bate e volta com você.
Eduardo França-
Uma pessoa: meus pais, sempre.
Um desejo: que meus escritos alcance mais pessoas, que eu consiga além de entretê-las, também passar mensagens positivas, como as que obtenho ao ler os autores que aprecio.  
Um livro: Não consigo ressaltar um. Gosto de vários gêneros e cada um deles, de alguma forma, quando leio, trás algo de bom para a minha vida.
Uma música: Gosto de muitas. Lembro agora da música Amado, Vanessa da Mata; Canteiros, Fagner...  
Uma comida: caseira
Uma bebida: água
Uma frase: “O sorriso é o sol que afugenta o inverno do rosto humano” Victor Hugo.
Animal de estimação: adoro cachorro, já tive alguns, hoje não tenho.
Filhos: Continuação, mas não é missão para todos.
Dinheiro: Necessário, no entanto outras coisas estão na frente e de maior importância.
Felicidade: Está no simples. 
Fama: Válido quando em consequência de um trabalho que resultou algo positivo, edificante ao próximo.
Religião: Equilíbrio
Blogueiros: Os voltados para literatura são atraentes.  
Falsidade: Bem longe.

12 comentários:

  1. do fundo do coração muito obrigada por se ter dado ao trabalho de aceder ao que pedi e ter lido o que escrevo.
    sua opinião e critica foram muito importantes para mim=)
    de novo, obrigada=)

    love
    bee*
    www.omgbee.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei da entrevista dele ^^


    Sobre o cabeçalho, a única coisa que fiz foi ir em design > Elementos da página > e cliquei no gadget do cabeçalho.
    Talvez você use o design novo do blogspot, eu uso o anterior.

    http://bruna-morgan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Não tinha ouvido falar do livro ainda, mas tenho pesquisado livros brasileiros mais atuais e acho que esse foi pra minha wishlist. Gostei do autor, e do conselho para escritores. Sou aspirante a escritora, cheia de idéias, mas sem confiança para colocá-las no papel ainda.
    Adorei!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Adorei conhecer esse escritor, me identifiquei!!!

    www.deysejoyce.com

    Bjins

    ResponderExcluir
  5. Obrigada pelo comenteario em meu Blog!!! Uma delicia o Brigadeiro by Cousin's!!! quando vc experimentar irá amar!!! Muito bom mesmo!!


    Seja sempre bem vinda em meu Blog!!!

    Obrigada

    thay-degasperi.blogspot.com

    Beijos Beijos!!!

    ResponderExcluir
  6. Achei a entrevsita muuito interessante, Paloma! Gostei muito do modo que o escritor usou para expressar as respostas.

    Parabéns Eduardo França! O mundo precisa de escritores íntegros que tenham a procupação em levar coisas boas para as pessoas! Também estou publicando o meu primeiro livro (romance) com esta preocupação...Vitor Hugo é mais que uma inspiração para mim...Allan Kardec, Chico, e outros tantos homens dispostos a escrever em nome de Deus! Ele está sempre supervisionando nossas obras litarárias! Acho que você e eu sabemos disso...
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. Paloma,
    Adoro esse tipo de livro e a Editora Vida e Consciência é da família Gasparetto, eles só editam livros que são realmente bons.
    Valeu pela dica!
    Beijos.
    www.fordivass.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha!!!
    Ótima dica...
    Beijos
    Cléo de Lucca
    minhaamigamedisse.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Muito legal essas entrevistas. Uma forma de se aproximar dos autores.
    Beijos

    dicasebijoux.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Ele parece super simpático mesmo, gostei muito das respostas. Muito legal a entrevista.

    bjs

    ResponderExcluir
  11. Amo entrevistas.
    http://blogmuitofofodaaline.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Nossa amei, ele parece ser super simpático. Eu me identifico mais com autores do que com autoras fico fascinada pensando em como existem homens no mundo com tamanha sensibilidade para escrita.
    beijos

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.