Romances de Mônica de Castro prestam tributo ao protagonismo feminino

Em seu mais recente lançamento, a escritora espiritualista Mônica Castro faz uma homenagem a uma das entidades mais importantes da Umbanda, a cabocla Jurema, responsável por transmitir coragem e energia a quem necessita.
Em Jurema das Matas, romance lançado em janeiro deste ano e que já está entre os mais vendidos, Mônica de Castro narra as quatro encarnações que a precedem, mostrando o quanto a simplicidade e a franqueza são fundamentais para que as pessoas não se iludam com falsos valores de conquista e de poder. Da trajetória sangrenta e sofrida, surge uma criatura dócil e infinitamente sábia, com imensurável amor pela humanidade a quem se dispõe a ajudar.
O espírito de Jurema ensina a suportar as dificuldades e dá coragem para enfrentá-las. Por seu exemplo, Jurema representa muito do papel feminino na sociedade, assim como outras importantes mulheres de seus romances.

Outras protagonistas - Uma das marcas dos livros psicografados por Mônica de Castro é a presença de mulheres como personagens principais, em histórias que misturam amor e paixão, traição, mentiras, inveja, orgulho, preconceitos, intrigas, descobertas e superações. Muito do sucesso da autora pode ser atribuído à sensibilidade de identificar os sentimentos femininos que ajudam a melhorar o mundo. Seu romance de estreia, Uma história de ontem, conta a história de Rosali que, abandonada pelo homem que ama, luta para criar seu filho sozinha e vencer o preconceito da sociedade carioca do início do século vinte.
Em A atriz, o foco é a conturbada relação entre Amelinha e sua mãe. Gêmeas é a fantástica história de Beatriz e Suzane, gêmeas idênticas separadas ao nascer, que, anos depois, voltam a se reencontrar. A trilogia integrada por Sentindo na própria peleCom o amor não se brinca eLembranças que o vento traz narra a saga da escrava Tonha e sua relação com a família de Clarissa. Segredos da alma mostra como a escritora Vivian tem de enfrentar o preconceito de uma sociedade machista na Londres do século dezenove. Greta conta a história da babá que perde o emprego após um acidente fatal com a criança que cuida e se vê obrigada à entregar-se a prostituição. Já Giselle se passa no século quinze na Espanha e narra como a amante do inquisidor, ao descobrir o amor, tenta mudar de vida.
Ao todo, são quinze romances que se consagraram como best-sellers, pois captam a essência da espiritualidade humana, indo ao encontro dos que estão em busca de algo mais, além do aqui e agora, pois suas mensagens são sobre o poder da fé, do autoconhecimento e do amor, como caminhos seguros para a transformação do ser. “Acredito que nós todos podemos trabalhar pelo aperfeiçoamento da moral humanidade para construir um mundo melhor”, afirma a escritora.

Para mais informações sobre cada um dos romances lançados por Mônica de Castro, clique abaixo nos respectivos títulos.

Sobre a autora – Apaixonada por literatura desde criança, Mônica de Castro começou a psicografar após o nascimento de seu filho, quando a inspiração do espírito de Leonel a incentivou a escrever seu primeiro romance, em 1999. Até hoje são 15 histórias emocionantes, que figuram na lista dos best-sellers e trazem temas polêmicos que ressaltam a espiritualidade e a necessidade do conhecimento que vai além da vida. A autora doa 10% de seus direitos autorais para o Centro Espírita que frequenta, contribuindo para a divulgação dos ensinamentos espiritualistas. Formada em Direito pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Mônica assume como responsabilidade a divulgação de mensagens que possam promover o bem e estimular o aperfeiçoamento ético e moral da humanidade.
Mais informações sobre os livros da Editora Vida & Consciência estão disponíveis no site:



7 comentários:

  1. uhm, adorei as dicas :D
    beijos

    www.tracasebaratas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Amei as dicaas!

    Espero que goste desta nova geração do meu blog ( Guide Extra ) Espero que visite ::
    http://guiaextra.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Feliz dia da mulher e ótimo dia pra você.
    http://Raymiga.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Interessante as dicas :)
    Feliz Dia da Mulher!

    @wendyelmb
    http://tecido-doce.blogspot.com/
    http://cerejadeneve.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  5. Ela parece ser uma grande escritora mesmo!

    Adolecentro

    ResponderExcluir
  6. Quantos livros! Anotei alguns títulos que eu gostei mais e vou procurar mais informações depois!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  7. Antes de postar este comentario gostaria de dizer... Amo este blog...assim como amo voce que descreve com naturalidade aquilo que ve e que sente.....sendo ti mulher....na sua mais prazerosa exencia...A qual deve ser amada e clamada. dia a dia....Parabens pelas lindas frases num dia especial que poderiamos resumir da seguinte forma....isto é se existice uma forma de falarmos e narramos aquilo que talvez não nos inquiete... Do valor e da delicadeza da mulher que fora feita na sua fragelidade a qual foste outroa chamada mulher na sua força e na sua doçura de ser...Mulher....Um bj bem gostoso nestes mais puro coração.....e tenham um ótimo final de semana
    Lembrando...Ser mulher é subir degraus e se os tiver que descer não precisar de ajuda, é tropeçar, cair e voltar a andar. Ser mulher é saber ser super-homem quando o sol nasce e virar cinderela quando a noite chega. Ser mulher é acima de tudo um estado de espírito, é ter dentro de si um tesouro escondido e ainda assim dividi-lo com o mundo

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.