Entrevista com escritor Lucas Chagas

Olá meus leitores!O Jornalismo na Alma firmou parceira com o autor Lucas Chagas e agora vocês conferem a entrevista com ele que escreveu o livro A ideia. Espero que gostem.

A Ideia

Sobre o livro
Um homem, no limite do sofrimento, decide compartilhar sua jornada e escreve a mais sincera declaração de amor. Dessa forma, ele leva até você, leitor, a trajetória vívida de uma paixão que, sem imaginar, mudaria sua forma de ver a vida. Beatrice Dumont, 23 anos, estava habituada à mesmice da sua vida, mas percebe, durante uma noite de forte chuva, que aproveitava pouco sua juventude. E tudo parece piorar quando ela se apaixona por Benjamim. Porém, ela nem imagina o que a espera... Sem achar uma luz no fim do túnel, sente a necessidade de dar um passo em direção à mudança de vida. Mas o que ela parecia ter esquecido é que a felicidade, muitas vezes, pode trazer consigo perdas irreparáveis, principalmente quando os laços afetivos com as pessoas que amamos são muito fortes. A Ideia não é uma história de um amor perfeito, no qual o universo conspira a favor. É uma história de luta pelo amor, quando tudo parece estar contra. Fala da vida em sua brevidade, sem deixar de lado os instantes que fazem dela algo eterno. 

Entrevista


Jornalismo na Alma-Ser escritor é...? Por quê?
Lucas Chagas-Ser escritor é você registrar o mundo; é poder e saber passar pro papel emoções e sensações que as pessoas sentem em um segundo, e a gente acha que mais ninguém sente. É poder compartilhar o melhor e o pior da vida, da melhor forma possível.

Jornalismo na Alma-Como surgiu o desejo de lançar um livro?
Lucas Chagas-Comecei a escrever muito cedo. Meu primeiro livro escrevi com 13 a 14 anos, e sabia que queria aquele material publicado. Não sabia como faria, não conhecia o mercado, mas eu o faria. Não importa o tempo que levasse, eu publicaria minha história.

Jornalismo na Alma-Se pudesse ser uma personagem do seu livro , qual seria? Por quê?
Lucas Chagas-Essa pergunta é difícil pra mim, pois trato os personagens como amigos, filhos. Cada um tem um pouco de mim, e tenho um pouco de cada um.

Jornalismo na Alma-Quanto tempo levou para escrever A Ideia?
Lucas Chagas-Levei 1 ano, de 2009 a 2010. Alguns meses eu não conseguia escrever devido aos trabalhos e provas da universidade (quem faz, sabe que a graduação pode nos consumir muito). Ainda teve mais 6 meses de revisão (oficial, fora as minhas revisões), para o texto ficar pronto.

Jornalismo na Alma-Como surgiu a escolha do nome do livro?
Lucas Chagas-Sempre que escrevo uma história (A Ideia é minha segunda), sei que título nomear. A Ideia simplesmente veio a minha cabeça e achei o melhor título que poderia dar, pois é interessante, chamativo, e cada leitor pode ter uma interpretação. Teve alguns leitores que acharam que coloquei o título “A Ideia” por causa da minha ideia de escrever um livro; outros acham que foi algum personagem durante uma cena do livro que teve uma ideia que fez com que a história acontecesse. Cada um pode pensar alguma coisa. E como se trata de um livro de romance, eu quis fugir dos clichês.

Jornalismo na Alma-E a capa, quem confeccionou? O que achou do resultado final?
Lucas Chagas-A editora. Eu dei uma sugestão, e a partir desta, eles montaram a capa. Adorei, porque, quem pegar o livro, vai ver uma continuação da capa na contra capa. Achei muito criativo, e dá muito o que imaginar ao leitor que está analisando o livro.

Jornalismo na Alma-Sobre qual tema escreveria um outro livro? Por quê?
Lucas Chagas-Tenho um projeto em mente, porém, tive que guardá-lo um pouco por causa de outras atividades que são mais urgentes. Mas seria um romance novamente, baseado em uma relação meio problemática que tive (meio?? Risos).

Jornalismo na Alma-Qual a maior dificuldade que enfrentou para publicar seu livro? Como superou essa situação?
Lucas Chagas-Creio que eu vá falar o que vários autores já falam, mas é verdade. Você manda seu original para as editoras, elas não respondem, ou respondem afirmando que já possuem metas para aquele ano, nas quais o seu livro não tem como entrar. Participei de concursos, mas pelo que percebi, não elegem livros muito grandes. Então percebi que só entrando com o custo de publicação poderia ver meu trabalho concretizado.

Jornalismo na Alma-Como se sente com a receptividade das pessoas que leram a obra?
Lucas Chagas-Fico muito contente, mesmo. As pessoas que leram gostaram bastante e isso me dá uma grande certeza inata, uma grande alegria, pois a arte, seja ela qual for, serve pra isso mesmo, fazer as pessoas pensarem, se emocionarem, crescerem. Uma amiga depois que terminou o livro quis bater em mim, outra chorou (risos). Pessoas que nem gostam tanto de romance, mas gostaram da obra por completo, dos temas que abordo,elogiaram o livro.

Jornalismo na Alma-Prefere ler e-book ou impresso? Por quê?
Lucas Chagas-Impresso, sem dúvida. Me canso fácil com o e-book, mas concordo que pode ser útil para quem tem que ler muitos livros de uma vez só, ou então estudantes que precisam carregar muitos livros, e podem armazená-los em um único aparelho.

Jornalismo na Alma-Como incentivar a leitura no Brasil? Por quê?
Lucas Chagas-Muita gente fala que não gosta de ler, mas pessoas não gostam do que não conhecem. As escolas tem um papel muito importante no despertar do gosto pela leitura, e acabam traumatizando muita gente colocando livros difíceis (eu mesmo detestava, passei a gostar de Machado de Assis agora, mas quando criança/adolescente, achava muito difícil). Os governos deveriam incentivar mais a leitura, criar mecanismos de incentivo e apoio aos escritores, divulgar trabalhos nacionais, fazer valer a literatura brasileira. Não há como incentivar a educação sem incentivar a leitura. É  impossível.

Jornalismo na Alma-Filme ou livro? Por quê?
Lucas Chagas-Livro. Os livros são mais complexos, ilimitados, cada um é um universo diferente.Ultimamente tenho achado os filmes tão parecidos uns com os outros, não vejo muita coisa diferente. Tenho até dado preferência a filmes de menor produção, mais alternativos.

Jornalismo na Alma-Diga um autor preferido no Brasil? Por quê?
Lucas Chagas-Clarice Lispector é minha preferida.Seus textos são sensíveis, fortes. Eu li A Hora da Estrela, e vi que era isso que eu queria fazer, queria proporcionar ao leitor, fazer ele entrar no universo dele mesmo, que talvez seja o maior de todos. Há alguns livros dela que não compreendi e desisti, quem sabe mais tarde eu volte e consiga entender (risos). Gosto muito de Graciliano Ramos, Nelson Rodrigues. Fico embasbacado com seus contos.
Jornalismo na Alma-Diga um autor estrangeiro preferido? Por quê?
Lucas Chagas-Gosto muito de Franz Kafka. O cara era muito bom no que fazia. O uso das palavras, perfeito; a escolha sempre muito bem feita. Se parar e não conseguir avançar na sua escrita, leia Kafka e veja que tudo é possível.

Jornalismo na Alma-Qual a dica que você daria para futuros escritores?
Lucas Chagas-Uma dica meio óbvia: ler de tudo. Não importa se quer escrever romance, ficção, policial, leia de tudo. É importante o escritor ter uma bagagem pesada de literatura. Não vou nem falar em ler a gramática, que isso seria uma dica totalmente óbvia (risos). Leia livros da área também. As pessoas podem nascer sabendo escrever bem, outras não, mas sem dúvida, só é reconhecido quem estuda para isso. Existem vários livros sobre escrita, estude-os. Existem oficinas literárias também, é válido.

Jornalismo na Alma-Para encerrar gostaria de fazer um bate e volta com você.
Lucas Chagas-Essa vai ser difícil, hein... (risos).

Uma pessoa: Minha mãe, Fátima, que sempre me incentivou. Quando eu me sentia nadando contra a maré, ela chegou de barco e disse, vamos?
Um desejo: Viajar. Pegar o carro e ir...
Um livro: Uma aprendizagem, ou o livro dos prazeres. Clarice Lispector.
Uma música: Cosmic Love – Florence and the Machine.
Uma comida: Adoro massa.
Uma bebida: Adoro uma cerveja na sexta-feira.
Uma frase: “Eu odeio citações, me diga o que você sabe”. Ralph Waldo Emerson
Animal de estimação: eu tinha um poodle muito danado. Mas era um fofo (risos). Morreu em 2011. Ainda vou colocar ele nas minhas histórias. Impressionante como um cachorro pode ter uma importância tão grande na sua vida.
Filhos: quero ter dois.
Dinheiro: importante. Uma ferramenta.
Felicidade: é luta diária; é ser reconhecido pelo meu trabalho; é rir com os amigos; é chorar e sofrer por problemas, e depois superá-los.
Fama: consequência de muito trabalho.
Religião: muito importante na vida de uma pessoa. Independente da religião, é necessário fazer o bem (o que é muito difícil de pôr em prática, mas é possível, e o mundo agradece).
Blogueiros: Fazem um trabalho excelente. Apoiam os escritores, divulgam nosso trabalho. Difícil imaginar a internet sem eles! (pelo menos os bons blogueiros!, pois há de tudo por aí). Quero agradecer ao Jornalismo na alma, e a todos os leitores de blog.
Falsidade: quero passar longe!

Sobre o autor
Nascido em 1989, em Recife, Lucas Chagas é engenheiro agrícola e ambiental formado pela UFRPE. Apesar de ser seu segundo livro escrito, A Ideia é seu primeiro romance publicado. Seu conto intitulado “O Gatilho” foi contemplado no 4.º Concurso de Contos e Poesias da UFRPE. Fonte: (www)

Contato

Facebook: https://www.facebook.com/livroAIdeia
Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/254638

È autor ou tem um blog e quer ser entrevistado pelo Jornalismo na Alma? Basta enviar um mensagem pela página Contato através do formulário. 

26 comentários:

  1. Que demais são essas entrevistas que tu fazes com novos autores. É tão bom poder conhecer um pouquinho de cada um.
    Adorei a escolha de autor preferido do Lucas, a Clarice é demais!
    Obrigada pela dica lá no blog, estou um tempo querendo comprar A Culpa é das Estrelas *-*
    Logo, logo posto lá. Assim que eu comprar e ler.

    Tecido_Doce
    Sorteio
    Twitter

    ResponderExcluir
  2. Achei bem legal a entrevista.
    O livro parece ter uma história de amor diferente. Gostei.

    Beijos

    Jéssica
    Fashion Jacket

    ResponderExcluir
  3. Acho suas entrevistas bem legais! :D
    Beijos, beijos.

    Visite: Querida G.A.

    ResponderExcluir
  4. bom diaaaaaaa!!! Olá, olá!!! hahaha
    Ah magina, isso aocntece, e ficar sem net é horrível ne!! srrsrs
    adorei a entrevista!!
    Uma maravilhosa semana!! Beeijokss

    http://www.delicadinhah.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Adorei seu blog e tudo que vi por aqui.Parabéns.
    Até mais

    ResponderExcluir
  6. Paloma, não conhecia! Adorei a entrevista, muito bom conhecê-lo!

    Feliz 2013 para vc! Muita saúde e sucesso!

    Beijos

    Nanda Pezzi

    ResponderExcluir
  7. Eu amo as suas entrevistas linda! *-*
    Não conhecia esse autor e nem o livro mas eu amei saber um pouco mais sobre os 2!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Mais uma excelente entrevista, Paloma.
    Adoro conhecer escritores que não conhecia, o Lucas foi um que adorei a entrevista =)
    beijo!

    Ver nas Unhas

    ResponderExcluir
  9. Oie!!!
    Parabéns pela parcerias, sempre gosto de ler suas entrevistas, acho que suas perguntas são pertinentes e não são comuns. =D
    Bjocasss

    ResponderExcluir
  10. Legal a entrevista e o livro dele, pela sinopse, passa a impressão de ser um tanto quanto extenso.

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Que demais a entrevista, Parabéns! Não o conhecia..


    http://cappuccinoeaconta.blogspot.com.br
    Faz uma visita?
    @PriscilaFrr

    ResponderExcluir
  12. Tb não conhecia o autor nem o livro.
    Isso é até bom pq nos mostra novas leitoras, acho bem legal esses posts.
    Resenha - #58 A Viagem do Tigre
    Confere lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oi Paloma!
    Primeiramente, obrigada pela visita no meu blog e pelo comentário, fico muito feliz.
    E vim te responder. Veronika Decide Morrer é um livro realmente muito bom...eu amei ler...Leia que provavelmente vc não irá se arrepender.
    Quanto ao curso de Letras eu terminei em 2011, e é um curso maravilhoso em que vc aprende muito e se encanta bastante com as matérias. Vc teria Morfossintaxe, Linguística, Literatura Brasileira, Sociolinguística...entre outras...É um curso muito gostoso e eu recomendo. Qualquer pergunta estamos as ordens! ;)
    Beijo! http://leitura-emfoco.blogspot.com
    Obs: Desculpa o comentário nada a ver com a sua postagem, mas é pq gosto de responder quem vem ao meu blog e quando eu respondo lá mesmo a pessoa pode não ver... então estou mudando isso.

    ResponderExcluir
  14. Muito legal a entrevista!
    Não conhecia esse autor!
    Feliz Dia do Leitor!!!
    Rizia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Paloma, que entrevista maravilhosa. Para ser sincera, não conhecia o trabalho do autor, e fiquei louca de curiosidade pelo livro. Espero que o autor tenha uma escrita boa e muito potencial ;D

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Xarazinha... fiquei tão feliz de ver você lá no Livros Estrelas, aliás, fiquei toda toda, :)
    Quero ler esse livro heim, gosto quando a capa 'brinca' com a contra capa. Parabéns ao autor e a você pela entrevista, dá pra perceber a sinceridade com a qual o autor respondeu.

    Bye da Pah
    www.livrosestrelas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Adorei a entrevista, não conhecia esse autor, mas adorei a ideia do livro, sem contar nessa capa super criativa.
    beijos

    ResponderExcluir
  18. oi querida,
    muito legal a entrevista, adorei conhecê-lo melhor. A capa ficou linda mesmo e a historia parece bem divertida.
    boa semana
    ;*

    dudsparrow.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. É...o que ele respondeu sobre as editoras e a grande saga do autor..pena que muitas nem sequer se dão ao trabalho( e ao respeito com o escritor) de responder. É engraçado, mas muitas tratam bem os leitores(consumidores) e não são assim com os escritores...

    Beijos
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Ótima entrevista. Confesso que eu não tenho muito interesse no livro, mas caso tenha oportunidade de lê-lo, não deixarei passar.
    O livro da Clarice que ele mais curtiu, foi o que eu menos curti dela. rs
    Gostei de algumas respostas dele! (:
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  21. Olá Paloma!
    Gosto quando você entrevista dos autores! Quem sabe não me entrevista um dia...? rsrsrs...

    Não o conhecia, e nem o livro, mas isso é o bom dessa sua coluna! ^^

    Bjs,
    Ariane;)

    ResponderExcluir
  22. Nossa, fiquei super curiosa, quero ler, amei a sinopse... Gostei do que ele falou sobre o título, sempre fico me perguntando o que o autor quis dizer com determinada coisa, incluindo os títulos ^^

    ResponderExcluir
  23. Mas só dá gente inteligente aqui, graças a Deus hehehh
    é bom vermos jovens determinados já que vivemos entre muitos q ainda são bitolados.
    Curti muito o bati e volta!!
    E falando em livro já saiu o q fiz as ilustras veja o link, só estou esperando meu chegar, dps te mostro.
    http://www.livrariacultura.com.br/Produto/LIVRO/ESCANDALO/30363933
    E Loma como foi a monografia? Fiquei curiosa!
    Olha eu estou dando um tempo no blog, dps passa lá pra ver , mas o que precisar de mim , e os sorteios aqui tb...é só me chamar que venho logo.
    No face estarei vez enquanto!
    Se for aí em New Yguaçu, de dou um toque!
    Bjkas e fica com Deus

    ResponderExcluir
  24. Parabéns pelo blog,e também pela entrevista com o Autor Lucas Chagas,adoro a coluna porque assim conhecemos um pouco mais sobre o Autor e Sua obra.
    Perguntas interessantes

    ResponderExcluir
  25. Super bacana suas entrevistas, como sempre Adorei :) bjs:*

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.