A Rainha da Primavera – Resenha



Certo dia eu estava procurando um livro interessante pra ler, mas que fosse rápido e bem intenso, já que não tinha muito tempo disponível; e ainda bem que eu tive a sorte de encontrar Karen e sua grande pequena obra pra me salvar. E agora terei mais um prazer, que é falar sobre tal aventura, e sobre a queridíssima Karen Soarele, nesta pequena resenha.

Para resumir a história, pois eu não gosto de contar o livro, eu prefiro me ater às partes técnicas e na visão que o leitor tem; não gosto de resumir livros, gosto de analisá-los, mas vou contar um pouquinho pra você. É uma história rápida, o livro tem apenas oitenta e nove páginas, e conta a aventura da garota Flora, uma princesa perdida, que foi criada longe do seu reino; já crescida ela descobre a sua origem, e embarca numa aventura de volta para sua verdadeira família, e para o seu trono, para que assim possa salvar o reino da miséria e da destruição. No caminho há bastantes reviravoltas na história, além de fechar com um final esperado, mas incrível. Lembrando também que a história se passa em Myríade, o mundo criado por Karen.
O livro “A Rainha Da Primavera”, tem vários aspectos a abordar, eu percebi muita coisa lendo e viajando no mundo fantástico criado pela autora. A primeira foi que o estilo de escrita de Karen é bem familiar. Ela põe muito dela na história, isso se vê durante a narração, é como se uma menina estivesse escrevendo, uma menina na mente de Karen. Mas isso não deixa a história muito infantil, apenas coloca na narração sentimentos vivos do próprio personagem principal, que é Flora, e esses sentimentos são de indecisão, arrependimento, medo, muito medo; ou seja, típicos sentimentos femininos, sem querer ser machista; é claro.
Outra coisa positiva no livro é o jeito como é estruturado. Em cada capítulo existe algo que prende a atenção, uma cena forte, ou mesmo misteriosa. E assim, Karen deu uma intensidade bem plausível à história. Isso tornou o tamanho do livro irrelevante. Além de tudo, o que é sempre chamado à atenção nas histórias de Karen, é o jeito como ela narra uma cena de ação, ou briga. Talvez essa seja a marca dela, é difícil ver tamanha precisão nos detalhes que ela narra, e sem essa habilidade toda, a obra não ficaria tão perfeita como ficou.
Além de ser muito simpática, Karen Soarele tem muito talento, e me orgulho de dizer que ela está entre um dos motivos que me fez embarcar de vez no mundo da literatura. É uma pena que eu ainda não tenha lido o primeiro livro dela, Línguas de Fogo, pois ela já vai lançar o terceiro. Bem, mas de uma coisa eu posso afirmar sem medo: se você gosta da literatura fantástica, com certeza vai se interessar pelos livros e pelo mundo de Karen.
Caso tenha escolhido ler esse livro, boa leitura! E boa aventura.

5 comentários:

  1. Oie,
    falei com a autora faz algum tempo e peguei este livro em ebook e achei bem fofinho, curtinho, mas fofo.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Adorei a resenha! Vou ler! ^^

    bjs,

    Morena
    www.todamocinha.com

    ResponderExcluir
  3. Livro interessante. Não conhecia.

    xoxo

    http://books-and-emotions.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Que livro fofo, adorei a dica. Beijos..Ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  5. Gostei da capa e é bem docinho. Gostei!

    Beijo, @_RayPereira
    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.