Resenha-1984-George Orwell


Olá amores! Venho trazendo para vocês resenha do Livro  1984 do autor George Orwell. O livro foi enviado pela editora parceira do Jornalismo na Alma, Companhia das letras. Fiz uma resenha escrita e outra em vídeo.Vamos conferir?
VÍDEO RESENHA



FICHA TÉCNICA

Páginas: 416
Formato: Brochura
Selo: Companhia das Letras

NOTAS
Capa: 10
Conteúdo: 1000
Diagramação: 10
Nota geral: 10000- Favorito!

1984...tão presente
Por Paloma Viricio
Visão Geral

Todos os registros foram destruídos ou falsificados, todos os livros foram reescritos, todos os quadros foram repintados, todas as estátuas, todas as ruas, todos os edifícios foram renomeados, todas as datas foram alteradas. E o processo continua dia a dia, minuto a minuto. A história se interrompeu. Nada existe além de um presente interminável no qual o Partido sempre tem razão”p.185. Basicamente é esse o cenário que encontramos em 1984 de George Orwell. Um ambiente devastado, onde guerras são presentes e o poder do Partido é totalitário, sufocante! O mundo não é  como conhecemos, ou você adapta-se as regras do Partido ou esvaziam você. Pensar é proibido, o direito de amar é negado. O que deve fazer é sentir ódio...muito, mais! È de ódio, ignorância e guerras que o mundo deve ser preenchido. Alimentam seu cérebro diariamente com doses doloridas do Minuto do ódio, pois você deve acima de tudo odiar á todos e amar o Grande Irmão! 

O cheiro que saía da panela era tão forte e estimulante que eles fecharam a janela, com medo que alguém do lado de fora o sentisse e desconfiasse de alguma coisa. Ainda melhor que o gosto do café era a textura sedosa que o açúcar lhe conferia, algo de que Winston tinha quase se esquecido depois de anos de sacarina” p.174. È através de Winston Smith que conhecemos como é a vida no cenário de 1984, em um universo cercado pela polícia das ideias (controlam até mesmo o pensamento dos indivíduos) e pela opressão do Partido e O Grande Irmão. A privacidade não existe, equipamentos titulados de teletelas, espécie de televisão que grava e captura áudio de todos os ambientes possíveis, estão espalhadas até mesmo nos banheiros da Oceânia. Os relacionamentos amorosos são proibidos, mas tudo muda quando Winston envolve-se com uma “Camarada” do trabalho, Júlia, e passa a viver um romance clandestino. A descrição do autor é maravilhosa, as personagens são bem construídas e a desesperança é algo presente, forte que toca fundo o coração do leitor.  “Winston tinha a sensação de estar vagando pelas florestas do fundo do mar, perdido num mundo monstruoso em que o monstro era ele próprio. Estava sozinho. O passado estava morto, o futuro era inimaginável”p.38.

1984 é considerado um clássico moderno, foi escrito em 1949, um ano antes de George Orwell morrer de tuberculose. Em uma casa isolada, localizada em uma ilha onde até hoje não existe telefone,Orwell, não poderia sequer imaginar, que em meio a guerra contra as longas crises de tosse e febre objetivando terminar o livro, este iria tornar-se uma obra que faria e ainda faz tremendo sucesso. Porque 1984 é um livro antigo, mas com linguagem e mensagens tão atuais que farão você repensar seu modo de vida, ideias e concepções pré-moldadas por uma sociedade que continua manipulando (mesmo que indiretamente) sua mente e seus atos dia após dia. Ou você pensa que com o avanço tecnológico e inúmeras câmeras espalhadas pelas ruas ninguém está te observando? “Os membros do Partido passam a vida, do nascimento à morte, sob o controle da Polícia das Ideias. Mesmo quando sozinhos, nunca podem ter certeza de que estão sós. Onde quer que estejam, dormindo ou acordados, trabalhando ou descansando, no banho ou na cama, podem ser inspecionados sem aviso e sem tomar conhecimento de que estão sendo inspecionados”p.248.

O ser humano ainda caminha para um abismo de perdição, pois a ganância fala alto. O poder te confundi, te aprisiona. Na sociedade atual, a massa deve fazer parte da massa, como os  proletas em 1984. O governo ainda alimenta os pobres com comida ruim, cultura barata, merrecas que julgam solidárias (Bolsa família) e continuamos na hipocrisia de achar que está tudo indo á mil maravilhas. Não dê o peixe, ensine á pescar! O poder ainda te confundi e te embaralha...faz com que a ignorância beire a perfeição. Winston, tinha que amar o Grande Irmão e acreditar piamente que 2+2 são 5, mas você felizmente pode romper (Até certo ponto) as amarras da sociedade mesquinha, unicamente e através do saber. “(...)em determinado instante a fúria de Winston não estava nem um pouco voltada contra Goldstein,mas, ao contrário,visava o Grande Irmão, o Partido e a Polícia das Ideias; e nesses momentos seu coração se solidarizava com o herege solitário e ridicularizado que aparecia na tela,único guardião da verdade e da saúde mental num mundo de mentiras”p.25. Infelizmente muitos que pensam fora da caixa ainda são tratados como loucos! Entretanto, o conhecimento ainda é algo que ninguém pode arrancar do humano coetâneo. Diferente do que acontecia na ficção de 1984, onde o Partido tinha o poder de esvaziar a mente humana, apagar o passado e controlar o futuro, você ainda pode ter o conhecimento como chave do poder em mãos. A pele pode ser exterminada com balas, mas as ideias não. Os livros ainda são formas de manter-se vivo pela eternidade, assim como Orwell. “E então? Está começando a ver que tipo de mundo estamos criando?(...) Um mundo de medo e traição e tormento, um mundo em que um pisoteia o outro, um mundo que se torna mais e não menos cruel à medida que evolui. O progresso, no nosso mundo, será o progresso da dor”p.311.

Sobre o autor
Pseudônimo de Eric Arthur Blair, nasceu em 1903, na Índia, onde seu pai trabalhava para o império britânico, e estudou em colégios tradicionais da Inglaterra. Jornalista, crítico e romancista, é um dos mais influentes escritores do século XX, famoso pela publicação dos romances A revolução dos bichos (1945) e 1984 (1949). Morreu de tuberculose em 1950. Fonte: Companhia das Letras.


Licença Creative Commons

O trabalho 1984...tão presente de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.  


36 comentários:

  1. Esse livro é fantástico! Li recentemente e adorei... o final é desesperançoso e triste. O livro é muito atual pra pensarmos em nossa sociedade. Bom texto.

    Luciana
    Folhas de Sonhos artesanatos

    ResponderExcluir
  2. Super resenha, eu gostei disso! Confesso que não é tão o meu estilo, porém fez um ótimo post

    Beijos
    http://heyealaysa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sou louca para ler esse livro. Do Orwell só li o Revolução dos Bichos e amei! Esse 1984 é um clássico dos clássicos. E muito atual
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  4. Oieee

    Eu estou muito doida atrás desse livro mas ele é muito caro, não sei se viu minha resenha mas escrevi a resenha do livro 1Q84 volume 2 hoje inclusive e ele se baseia exatamente nesse livro e como amei o 1Q84 quero muito ler esse!

    Adorei sua resenha e o livro deve ser muito bom fazendo se pensar em muitas coisas né!

    Beijos
    http://livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Preciso ler ele, parece muuuito bom.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    já ouvi falar desse livro e do autor. Meu cunhado é viciado nos livros dele.
    Acho que não é muito meu estilo de leitura.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  7. Que tudo!Gostei muito.Estou meio atrasada com minhas leituras,mas vou retomar.^^

    ResponderExcluir
  8. Se eu não me engano, devo ter esse livro aqui em casa..
    Big Beijos
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pela resenha, ficou mto boa ;)
    1984 é meu livro favorito, preciso reler. Ele mudou minha cabeça e até hoje muda, só de pensar na história. É genial!

    ResponderExcluir
  10. Adorei saber um pouquinho mais sobre este livro, parece ser muito bom.
    Super bjks
    Blog Carioca Básica

    ResponderExcluir
  11. Há quanto tempo que não venho aqui, tava com saudades :)
    Adorei a resenha, com certeza ainda estou pensando a respeito do mundo em que vivemos, como realmente há essa vigilância. O único livro que já li do autor foi a revolução dos bichos, mas estou curiosa para ler 1984 agora, que parece ser o clássico das distopias.

    Thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. É um livro muito bem falado por ai. Já tinha ouvido falar, mas não havia me aprofundado tanto no enredo da obra.
    Adorei saber que o realiti show BBB teria sido baseado neste livro. Me deixou ainda mais com vontade de lê-lo.

    David - Leitor Compulsivo

    ResponderExcluir
  13. Tenho que admitir que não faz muito meu estilo de livro, mas como minha mãe gosta de ler histórias desse tipo, irei recomendar para ela! Não vi a resenha em vídeo, pois minha net está lenta! Mas, parabéns pela parte escrita, arrasou, como sempre! Aliás, desculpa ter me ausentado dos seus comentários por muito tempo, estava estudando!
    peoples-says.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. ameeei esse livro!
    li há anos, na época do colégio!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Nossa, adorei sua resenha! E, já vou recomendar este livro pro meu marido, tenho certeza que ele vai gostar ;)

    Bjinhos ;*
    Pâm

    ResponderExcluir
  16. A principio apenas vendo a capa do livro não me interessei para ser sincero, mas acho que o livro pela sua resenha é bem bacana. Mostra uma coisa que ainda bem nunca vivenciamos de perto a guerra, mas que através do livros possamos nos senti lá. Achei a história bem rica em detalhes. Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Admiro muito o jornalismo! E me chamou a atenção esse livro. A resenha ficou ótima! =)

    Beijinhos,
    Layla Caroline
    layla-caroline.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Já li algumas resenha desse livro, mas ainda não me interessei em ler ele. Acho a capa dele feia. E apesar de todos os elogios que você fez ao autor e ao livro, ainda não me deu vontade de ler.

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Td na paz de Deus, Pa! Oh my God! Voltando ao seu blog, puxa, eu sou meio curioso com esse livro, a galera vem falando dele. Que bom que gostou *---*
    Beijocas! Fica com Deus!
    http://hey-mygod.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. adorei pareci muito bom
    beijos
    http://pinagirlscris.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi querida amiga tudo bem!
    Deve ser ótimo esta literatura
    Beijão enorme

    http://diferencial2000.blogspot.com.br
    Lojinha:candylandy.loja2.com.br
    http://docesinlove.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Curti a vídeo resenha Paloma...Tenho interesse em ler esse livro, mais me falta coragem e outra tbm por ter essa parte de política não estou no clima. Mas vc fez a chaminha da curiosidade aumentar aqui
    Brubs

    ResponderExcluir
  23. Nunca ouvi falar.. :/
    Beijo

    marinaalessandra.blogspot.com
    @mariinaale

    ResponderExcluir
  24. Maravilhoso! Um dos clássicos indispensáveis em qualquer biblioteca!

    http://naomemandeflores.com

    ResponderExcluir
  25. eu li esse livro pra fazer um trabalho da faculdade e ameei, menina como é bem escrito gostei de mais, A Revolução dos Bichos também é uma leitura muito boa *--*

    Beeeeijoos, ótima quinta-feira :D
    Vou te contar makeup

    ResponderExcluir
  26. Ótima sua resenha, Paloma! Tenho o livro há anos e ainda não li... Mas é daqueles que a gente sabe que é clássico e obrigatório mesmo sem ter lido.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  27. Adorei a resenha, mas o livro não me comprou. Não é muito meu estilo...
    Beijos, @_RayPereira
    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Oi,
    Preciso dizer que adoro ler distópicos que foram escritos há um bom tempo, porque algumas das coisas já estão acontecendo agora. Tenho vontade de ler esse livro, mas acabo sempre deixando para depois. Sua resenha ficou excelente! Parabéns!

    Lucas / Era uma vez...
    livrosecontos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  29. Oi Paloma!
    Quero muito ler esse livro. Parece ser incrível.
    Até então, não tinha lido nenhuma resenha sobre ele. Porém, ao ler sua concepção a respeito, fiquei ainda mais interessado e confiante de que curtirei a leitura.
    Espero poder lê-lo o mais breve possível. É realmente uma leitura indispensável.
    Gostei de saber sua opinião. (':
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  30. Muito interessante o livro, deveria ser leitura obrigatória!
    Bom, o que o governo quer é isso, uma sociedade inerte, que vive na politica do pão e circo! Para que mudar uma realidade, em que é melhor parar um mundo para ir assistir a um jogo, onde pessoas que ganham milhões para ficar correndo atrás de uma bola, ao invés de investir milhões na educação?
    É muito mais fácil mandar em pessoas ignorantes, que não contestam!

    Muito boa a resenha!=D

    Beijos,
    Gabriella Suzart

    ResponderExcluir
  31. Oi Paloma!
    Já li "Fahrenheit 451" e na minha lista estão "Admirável Mundo Novo" e, claro, 1984 para completar a tríade das principais distopias literárias. Ler sua resenha me fez relembrar que preciso dar um jeito de fazer essas leituras logo!
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  32. Oi minha linda. Certa vez vi num blog um assunto de distopia pra, distopia pra lá, e fiquei na maior vontade de ler esse gênero (se é que posso colocar como gênero) Até que vi em outro blog que esse livro é uma distopia, Coloquei-o na minha lista de leituras. É esse que é comparado com o Big Brother, se não me engano... ?
    Bjos!

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  33. Oiee ^^
    Ainda não li esse livro, mas tenho muita curiosidade de conhecer melhor a história. Adoro distopias, depois que li Jogos Vorazes, acabei me apaixonando por esse gênero ♥
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  34. Conheci esse livro só na faculdade, fiz História, e este é um dos livros mais comentados. Afinal, é uma história que nos faz pensar sobre a nossa realidade.
    Ainda não li, mas já vi o filme e é muito bom, vale a pena assisti-lo também!

    Adorei a sua resenha, Paloma!

    bjs ;**
    Blog Geek & Pop

    ResponderExcluir
  35. Paloma, excelente dica! O livro do Orwell é atemporal, um dos melhores que eu já li!

    Abraços, Isabela.

    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  36. Oi Paloma, tudo bem?
    Gostei muito da sua resenha.
    Esse livro é demais né? É como você disse, a desesperança é o sentimento que o livro passa, ao final da leitura eu me senti perdida e fiquei pensando na história do livro por dias... a história é bem atual, quando Winston observava os proletas e especificamente uma mulher proleta cantando músicas ruins e intragáveis eu pensei nas músicas atuais fracas, pobres e que geralmente as pessoas gostam e cantam e que daqui um mês se esquecem desse pois outra tomou o lugar... O Orwell é o cara! rs
    Esse é um dos meus livros favoritos <3
    Beijos

    citacoesdeumleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.