Entrevista com escritor Marcelo Hipólito

Entrevista Jornalismo na Alma
Olá meus leitores!O Jornalismo na Alma traz entrevista com o autor Marcelo Hipólito, autor de oito livros . Vocês verão aqui no blog resenha de O Mago de Camelot. Abaixo podem conhecer um pouco mais sobre o escritor e também o livro.Vamos conferir?
Sobre o livro
A saga de Merlin para coroar um dragão

Ficha Técnica
Páginas:152
Edição: 1ª
Preço: R$ 24,90
Formato: 14 X 21
Acabamento: brochura
ISBN: 978-85-428-0059-3
Categoria: Ficção; Literatura brasileira


​De uma infância pobre e sofrida à irresistível ascensão aos salões dos grandes reis; de um começo sem esperanças ao despertar de um poder inigualável, invejado e temido, Merlin,  é levado a se tornar o homem mais influente da Idade das Trevas. Confidente supremo do rei Artur e maior conselheiro da corte de Camelot.  Misterioso e enigmático. Amado e odiado. Druida, monge e mago.
Na Britânia do Século V da Era Cristã – abandonada pela queda do Império Romano à barbárie dos invasores saxões –, Merlin surge para impor um novo tipo de rei a um povo abatido e desesperado, alterando, para sempre, não apenas o destino dos britânicos, mas de toda a humanidade.
 A saga de um homem determinado a erigir uma civilização de paz e justiça numa terra devastada pelo caos e a guerra em uma aventura épica e brutal que equilibra realismo duro com doses amargas de magia.


Jornalismo na Alma-Como iniciou o desejo de ser escritor?
Marcelo Hipólito-Minha paixão pela leitura despertou em mim o desejo de escrever. Desde pequeno, sou um leitor voraz.

Jornalismo na Alma-Nos conte um pouco sobre o universo de Camelot. Como buscou inspiração para criá-lo?
Marcelo Hipólito-Camelot representa o melhor de nós. O ideal de justiça, solidariedade e progresso. E como todo o ideal, quando desce ao mundo real, exibe seus problemas e contradições. Sempre adorei os mitos da Távola Redonda, de Merlin e do rei Artur, portanto criar essa nova versão da lenda foi, ao mesmo tempo, um prazer e um desdobramento natural para mim.

Jornalismo na Alma-Se tivesse oportunidade viveria em Camelot? Por quê?
Marcelo Hipólito- Não. Porque é um mundo brutal, implacável e violento. Com todos os problemas atuais, vivemos num mundo com maior chance de conforto, esperança e prosperidade.

Jornalismo na Alma-A saga de Merlin é composta por quantos livros?
Marcelo Hipólito-O Mago de Camelot é o livro central na abordagem dessa mitologia. Dependendo de sua repercussão, outros ligados ao tema poderão surgir. Contudo, ele funciona como uma obra independente, contida em si mesma, ou seja, ao lê-la você já tem uma experiência completa.

Jornalismo na Alma-Como surgiu a escolha do nome do livro?
Marcelo Hipólito-Foi um processo árduo, de forte colaboração com a editora (Novo Século). Passamos por vários títulos, antes de chegar à versão final. Mas, valeu a pena, gostei muito de “O Mago de Camelot”. A escolha do subtítulo (“a saga de Merlin para coroar um dragão”) foi outra epopeia, porém, novamente, a editora foi muito profissional, parceira e dedicada.

Jornalismo na Alma-Vi que você já escreveu outros livros. Algum deles é seu xodó? Por quê? 
Marcelo Hipólito-Meu xodó ainda é “Lúcifer: o primeiro anjo”. Por ser meu primeiro livro e pela riqueza e complexidade da trama. É uma obra da qual, sem falsa modéstia, orgulho-me muito. Só é difícil de ser encontrada, pois suas edições estão esgotadas. Mas, está disponível em muitas bibliotecas, no Brasil e no exterior, e em sebos.
Lúcifer o primeiro anjo

Jornalismo na Alma-O cenário do seu livro é recheado de batalhas. Se pudesse destacar um guerreiro em especial qual seria? Por quê?
Marcelo Hipólito- Eu destacaria Uther, o pai de Artur, pois ele genuinamente gosta de batalhas, de vencer, de matar e de conquistar. Ele é o melhor retrato daqueles tempos brutais.

Jornalismo na Alma-Quem confeccionou a capa de O mago de Camelot?
O que achou do resultado final?
Marcelo Hipólito- A capa foi confeccionada pela editora. Achei linda.

Jornalismo na Alma-Vi que a magia está presente na sua trama. Como se sente quando esse universo consegue mexer de forma positiva com o imaginário dos leitores?
Marcelo Hipólito-Como escritor, sinto que fiz bem o meu trabalho, que é envolver o leitor com a narrativa, pela emoção, reflexão ou imaginário.

Jornalismo na Alma-Se pudesse ser personagem do seu livro qual seria? Por quê?
Marcelo Hipólito- Bedivere. Por ser um homem simples, sem sangue nobre, que ascende do exército de Artur por seu próprio esforço e mérito, para se tornar um grande general e cavaleiro.

Jornalismo na Alma-Como seria seu paraíso literário?
 Marcelo Hipólito-Com mais tempo para ler. Muito mais tempo do que tenho hoje.

Jornalismo na Alma-Qual a maior dificuldade que enfrentou para publicar seus livros?Como superou essa situação?
Marcelo Hipólito-Acho que são duas as maiores dificuldades: escolher a editora certa para o seu livro e ter a sorte de ser selecionado por ela. Acho que o elemento sorte é forte nessa equação, mas algo que pode ser feito para ajudar é fazer uma seleção rigorosa das editoras que existem no mercado, identificando aquelas cujo perfil editorial melhor se ajuste com a proposta do seu livro.

Jornalismo na Alma-Com sente-se com a receptividade das pessoas que leram suas obras?
Marcelo Hipólito-Quanto à receptividade, adoro saber o que as pessoas acham dos meus livros e estou sempre disponível para acolher a repercussão dos leitores. Em geral, a recepção dos meus livros é muito boa, o que é muito gratificante.

Jornalismo na Alma-De que forma as parcerias literárias com blogs/sites ajudam o escritor?
Marcelo Hipólito-Eu sempre busco blogs que sejam sinceros em suas resenhas, que tenham credibilidade em suas análises, pois acredito que eles contribuem muito para a divulgação das obras, mas, principalmente, para proferir uma opinião que ajude o leitor a escolher o próximo livro que deseja ler.

Jornalismo na Alma-Diga um autor preferido no Brasil? Por quê? 
Marcelo Hipólito-Monteiro Lobato. Eu tinha a coleção completa dele em casa (uma antiga, de capa verde, linda!) e amava seu volume de fábulas.

Jornalismo na Alma-Diga um autor estrangeiro preferido? Por quê? 
Marcelo Hipólito-J. R. R. Tolkien. Porque amo seu livro O Silmarillion. É minha obra favorita.

Jornalismo na Alma-Qual a dica que você daria para futuros escritores?
Marcelo Hipólito-Leiam muito. Todo escritor é antes de tudo um leitor contumaz.

Jornalismo na Alma-Para encerrar gostaria de fazer um bate e volta com você.
Marcelo Hipólito-
Uma pessoa: Meu filho
Um desejo: Paz
Um livro: O Mago de Camelot
Uma música: Harakiri, de Serj Tankian
Uma comida: Pizza
Uma bebida: Água
Uma frase: Não faça ao próximo o que não gostaria que fizessem com você
Animal de estimação: Cachorro
Filhos: Minha vida
Dinheiro: Parte da vida, mas não o centro dela
Felicidade: Família
Fama: Desnecessária
Religião: Deus
Blogueiros: Parceiros
Falsidade: Parte da alma humana.

Sobre o autor
MARCELO HIPÓLITO é um escritor brasileiro, nascido em São Paulo. É autor dos romances O Mago de Camelot: a saga de Merlin para coroar um dragão (Novo Século, 2013), Osíris: deus do Egito (Marco Zero, 2009) e Lúcifer: o primeiro anjo (Marco Zero, 2006).

Hipólito participa das antologias Fiat Voluntas Tua (Multifoco, 2009) e Metamorfose: a fúria dos lobisomens (All Print, 2009). Além disso, é autor do e-book Dullahan: os cavaleiros sem cabeça (Navras Digital, 2013) e coautor de diversos contos publicados em língua inglesa, nos Estados Unidos, Reino Unido e Espanha, dentre os quais se destaca Eternal Grief, indicado para melhor conto de horror nos Estados Unidos, em 2003, pelo Preditors & Editors Readers Poll.

Hipólito é também diretor de três filmes de curta-metragem de ficção, roteirista de cinema e produtor de teatro.Fonte: Site do autor.


Contato

È autor ou tem um blog e quer ser entrevistado pelo Jornalismo na Alma? Basta enviar um mensagem pela página Contato através do formulário. 

11 comentários:

  1. Amei a entrevista, estou doida pra ler o livro dele, porque parece que ele criou um ambiente totalmente diferente
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi.

    Paloma parabéns pela entrevista, adorei saber um pouco mais do escritor e espero um dia ler o livro dele.

    Beijos Fê
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Eu resenhei o mago de camelot recentemente no blog e gostei muito. O Marcelo escreve muito bem.
    Parabéns pela entrevista.
    bjs

    http://entrepaginasesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie =)
    não conhecia o escritor, primeira vez que leio sobre ele e suas obras, me pareceu interessante, estarei aguardando a resenha.
    Beliscões carinhosos da Máh ♥
    Cantinho da Máh
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
  5. Bem, meu paraíso literário também seria um dia com tempo maior para leitura!!!! Seria a glória, hehe.

    Beijão, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. A entrevista ficou muito interessante! :)

    ResponderExcluir
  7. Obrigada pela entrevista.
    "Bedivere. Por ser um homem simples, sem sangue nobre, que ascende do exército de Artur por seu próprio esforço e mérito, para se tornar um grande general e cavaleiro."
    A escolha do persnagem foi muito interessante. Ainda que eu não conheça o livro eu tb adoro personagens/pessoas que sobem através do seu próprio esforço.
    Angel Sakura- www.euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  8. Adorei conhece-lo, bem legal o trabalho dele, *-*

    ResponderExcluir
  9. Oi Paloma, muito legal esse espaço aqui para os autores nacionais. Parece que o autor escreve bastante fantasia, gosto do gênero, mesmo não sendo exatamente meu favorito.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Paloma!
    Acompanho o trabalho do Marcelo e sou fã de carteirinha.
    Escritor maravilhoso e tem bons livros.
    Parabéns pela entrevista e sucesso cada vez maior para o Marcelo que é parceiro lá do blog também.

    Desejo que o mês de novembro seja carregadinho de sucesso e ,muitas realizações!
    Obrigada por visitar e participar no blog, volte sempre que desejar.
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!
    " O talento educa-se na calma, o caráter no tumulto da vida."

    ResponderExcluir
  11. Olá, faço parte da Agenda dos blogs, vim te visitar e já estou te seguindo ;)

    Aproveito para te convidar para participar do Blogs+.
    Não fique de fora.
    Beijoooooos*

    http://prioridadedemae.blogspot.com.br/2013/11/ola-amigas-e-amigos-blogueiros-hoje.html

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.