Entrevista com escritora Yeda Lins

Entrevista Jornalismo na Alma
Olá meus leitores!O Jornalismo na Alma traz entrevista com a autora Yeda Lins, que escreveu o livro Suíte nº 3Abaixo vocês podem conhecer um pouco mais sobre a escritora e também o livro.Vamos conferir?
Sobre o livro

A história é simples.
 Um rapaz trabalha como recreador de hotel e contrai um empréstimo para ajudar o tio doente. A dívida vira uma bola de neve e os agiotas começam a ameaçar a vida dele. Então vem a ideia brilhante: ele resolve se aproximar de uma moça solitária, rica e muito culta, com a intenção de conseguir o dinheiro.  A moça aceita o envolvimento, dentro do limite estabelecido pelo seu lado racional.  A partir daí... bem, a partir daí você só precisa de um sofá, uma rede, a cabeceira da cama ou aquela velha poltrona macia.  A aventura vai começar.


Jornalismo na Alma-Como surgiu o desejo de se tornar escritora?
Yeda Lins- Foi de repente. Eu sempre tive jeito para escrever e canalizei este talento no meu trabalho como publicitária. Mas foi a ideia de escrever este livro que me deu vontade de ser escritora.

Jornalismo na Alma-Suíte Nº3 é seu primeiro livro publicado? Nos conte um pouco mais obre ele.
Yeda Lins- Sim, é o primeiro livro escrito e também o primeiro publicado. Ele foi aceito por três editoras e eu escolhi a Penalux, uma editora pequena mas que me pareceu a mais adequada.

Jornalismo na Alma-Você criou Vera inspirada em alguém? Nos conte um pouco mais sobre a personagem.
Yeda Lins- Eu queria fazer uma heroína diferente de todas as outras, que são sempre lindas. Vera não é bonita, mas é muito inteligente, por isso desde cedo ela se voltou para os livros e estudos e deixou a vida sentimental de lado. O fato dela querer mudar essa realidade de uma hora para outra, causando um choque na família, me pareceu uma boa ideia. Ela quer “experimentar”, mas não vai passar por isso impunemente.

Jornalismo na Alma-Sérgio é  aquele típico sedutor e cafajeste ou apenas faz o que faz para defender os interesses próprios?
Yeda Lins- Sergio é o típico malandro agulha de Copacabana; o cara que não teve oportunidades nem muita sorte na vida. Com charme de sobra, corpo atlético e olhos verdes, ele teve muitas namoradas e se dá bem com as mulheres. Se aproxima de Vera para tentar resolver seu problemas financeiros, mas não tem intenção real de magoá-la.

Jornalismo na Alma-Na sua opinião, os cafajestes fazem mais sucesso com as mulheres? Por quê?
Yeda Lins- No livro eu descrevo Sergio como carinhoso, mas com ˜pegada˜. E a irmã de Vera, Vitória, também se sente atraída por ele. A ex-namorada não consegue esquecê-lo. Ou seja, acho que o estilo “certinho” demais não agrada; as mulheres preferem os homens com um toque mais “caliente”, e nas cenas eróticas, eu descrevo Sergio assim. Ele parte para cima mesmo, não é cauteloso na cama.

Jornalismo na Alma-Quanto tempo levou para escrever Suíte Nº3?
Yeda Lins- Fiquei um ano e meio amadurecendo a história na cabeça, depois aproveitei os feriados de final de ano e escrevi o livro todo de uma vez. Em seguida fiquei seis meses ajeitando e lapidando o texto, pois queria que ele ficasse perfeito.

Jornalismo na Alma-Como escolheu o nome do livro?
Yeda Lins- O nome é uma música de Johann Sebastian Bach, que sempre achei linda e toca num trecho importante do livro. O nome tem a ver também com a cultura da Vera e o gosto dela por música clássica.

Jornalismo na Alma-Quem confeccionou a capa?
Yeda Lins- A editora tem um capista e me enviou um questionário com perguntas para orientá-lo. Foram várias tentativas até acertarmos. Eu queria uma capa bem simples, com uma imagem de Paris ou Bruges, na Bélgica.

Jornalismo na Alma-O que mais te inspira na hora da escrita? Por quê?
Yeda Lins- O livro tem muito de minha experiência de vida. As viagens que fiz, os filmes e seriados de tv que assisti. Toda essa bagagem cultural foi importante para eu escrever o livro. Além disso, busquei inspiração na minha própria experiência como publicitária, escrevendo de uma forma leve, dinâmica e envolvente.

Jornalismo na Alma-Vi que a música é bastante presente na história e o livro tem até trilha sonora, certo? Como escolheu cada música da trilha?
Yeda Lins- Meu pai me ensinou a gostar de música erudita e tenho algumas que são minhas preferidas. Vera, a personagem principal do livro, é muito culta e gosta de clássicos e de ópera. Eu apenas fiz uma seleção de músicas e inclui em alguns trechos importantes. Ouvir Suíte Número Três, por exemplo, no momento de intimidade em que os dois estão juntos, dá uma emoção maior à leitura.

Jornalismo na Alma-Se pudesse dar uma bronca em algum personagem do seu livro, qual seria? Por quê?
Yeda Lins- Daria um bronca em Vitoria, por que ela pode ter qualquer homem na vida e se interessa justamente pelo namorado da irmã, que nunca teve ninguém. Assanhada, não é?

Jornalismo na Alma-Você acha que os e-books estão com mais força entre os leitores?Por quê?
Yeda Lins-Acho que têm ganhado força aos poucos, mas ainda longe da popularidade do livro impresso, pelo menos aqui no Brasil. Eu ainda não posso lançar o meu em e-book por causa do contrato com a editora.

Jornalismo na Alma-Sobre qual tema escreveria um outro livro? Por quê?
Yeda Lins-Eu penso em escrever uma continuação dessa história, usando os mesmos personagens e incluindo novos. Ainda não consegui tempo, pois tenho andado ocupada com a divulgação deste.

Jornalismo na Alma-Com sente-se com a receptividade das pessoas que leram sua obra?
Yeda Lins-Muito bem. A receptividade é 100% positiva. As pessoas ou gostam muito ou adoram, não há nenhum caso de receptividade negativa.

Jornalismo na Alma-O que você acha do incentivo a arte e cultura no Brasil?
Yeda Lins-Bem fraco. O pior, para mim, é o alto custo e impostos na impressão e edição dos livros sob demanda. É claro que isso prejudica muito a venda.

Jornalismo na Alma-A maioria das pessoas costuma julgar o livro pela capa? Por quê?
Yeda Lins-Uma boa capa é importante mesmo. Precisa ser atraente e vendedora; o que não quer dizer, necessariamente, que o conteúdo esteja à altura.

Jornalismo na Alma-Diga um autor preferido no Brasil? Por quê?
Yeda Lins-Luis Fernando Veríssimo. Sempre gostei do estilo dele. Mas também adoro Machado de Assis, Eça de Queiroz, Cecilia Meireles.
Cecília Meireles
Jornalismo na Alma-Diga um autor estrangeiro preferido? Por quê?
Yeda Lins-Gosto de Edgar Allan Poe,  Charles Bukowsky, Dan Brown, Henry James, Isaac Asimov. No momento, J.K. Rowling é minha autora preferida. Escreve bem demais.

Jornalismo na Alma-Qual a dica que você daria para futuros escritores?
Yeda Lins-Tenha uma boa ideia e escreva o melhor livro possível, algo que você gostaria mesmo de ler.

Jornalismo na Alma-Para encerrar gostaria de fazer um bate e volta com você.
Yeda Lins-
Uma pessoa: meu pai, Claudio Lins.
Um desejo: viajar uma vez por ano até o fim de vida.
Um livro: Dom Casmurro.
Uma música: Suíte Número 3, de Johann Sebastian Bach.
Uma comida: Qualquer prato da rede americana de fast food Panda.
Uma bebida: vinho Chateau Margaux.
Uma frase: Mas se desejarmos fortemente o melhor e, principalmente, lutarmos pelo melhor, o melhor vai se instalar em nossa vida. Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do tamanho da minha altura. (Carlos Drummond de Andrade)
Animal de estimação: cachorro raça border collie.
Filhos: Dois. Amor incondicional.
Dinheiro: com saúde dá uma ótima combinação.
Felicidade: viajar sozinha com meus filhos.
Fama: não me enche os olhos.
Religião: nenhuma.
Blogueiros: os que respeitam tanto o leitor quanto o escritor.
Falsidade: o contrário do que sou: bem franca.

Sobre a autora
Yeda L Raja Gabaglia Lins,é carioca, publicitária e trabalha como redatora em agências de publicidade e marketing direto.Já leu toda a obra deIsaac Asimov e 
Edgar Allan Poe. Também aprecia Bukowski, Verissimos, Pessoa, Clarisse,Garcia Marquez, Eça, Drummond, Machado, John Fante, J.D. Salinger, Hemingway, Henry James, Agatha Christie, Dan Brown... a lista é grande. 
Contato

È autor ou tem um blog e quer ser entrevistado pelo Jornalismo na Alma? Basta enviar um mensagem pela página Contato através do formulário. 

13 comentários:

  1. Show a entrevista! Não conhecia o livro dela, mas me pareceu ser bom :)

    http://livro-apaixonado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a entrevista!
    Concordo muito com ela quando diz "algo que você gostaria mesmo de ler."
    Acho que escritores tem que escrever algo que gostam =D
    Angel Sakura@ www.euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela entrevista. Não conhecia a autora, mas vou procurar o livro para ler. Concordo com ela sobre J. K Rolling.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Adorei a entrevista! Ela parece ser uma pessoa incrível e o livre dela, também!

    Beijos

    Jéssica
    Fashion Jacket - www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  5. Que legal a entrevista, adorei!
    www.espacegirl.com

    ResponderExcluir
  6. Não a conhecia, nem o livro + fiquei curiosa
    http://www.jeitosimplesdeser.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Muito bom conhecer novos escritores e as suas entrevistas são ótimas para isso, Paloma, parabéns! Essa autora parece muito boa, a história do livro realmente parece envolvente.

    diamantesdeumagarota.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lominha.

    Amei conhecer a autora, mesmo que só esse pouquinho. O livro dela também parece bem interessante. Os cafajestes fazem muito sucesso, especialmente nos livros. Acho que na realidade ninguém quer um cafajeste propriamente dito em sua vida. Acho que as mulheres querem um cara sério, mas que tenha a "pegada" que a autora mencionou. ;)

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
  9. OLá, amore!
    Eu li o livro e achei bom, espero que também tenha gostado, realmente quando me deparei com a Vera, eu percebi que ela era uma protagonista nada atraente fisicamente falando. hahaha


    Beijos
    Clicando Livros
    :)

    ResponderExcluir
  10. super jovem e inteligente...muito bom conhecer mais sobre ela
    bjs
    Vivi

    ResponderExcluir
  11. YEY! Publicitários (L)
    gostei bastante da sinopse e capa do livro! Super leria (:
    Você encontra sempre autores muito simpáticos :D

    beijo

    ResponderExcluir
  12. Ainda não li nenhum livro da autora, não conhecia, mas já fiquei curiosa.
    Adorei a entrevista!
    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Eu sempre me apaixonando pelas capas dos livros! husihdia *o* adorei a entrevista, ótima dica de leitura s2

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.