Resenha- Quando tudo Volta- John Corey Whaley

Whaley, John Corey. Quando tudo volta / John Corey Whaley; tradução Carolina Caires Coelho. – Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2014.
Uma morte por overdose. Um fanático estudioso da Bíblia. Um pássaro lendário. Pesadelos com zumbis. Coisas tão diferentes podem habitar a vida de uma única pessoa?Cullen Witter leva uma vida sem graça. Trabalha em uma lanchonete, tenta compreender as garotas e não é lá muito sociável. Seu irmão, Gabriel, de 15 anos, costuma ser o centro das atenções por onde passa. Mas Cullen não tem ciúmes dele. Na verdade, ele é o seu maior admirador.O desaparecimento (ou fuga?) de Gabriel fi ca em segundo plano diante da nova mania da cidade: o pica-pau Lázaro, que todos pensavam estar extinto e que resolveu, aparentemente, ressuscitar por aquelas bandas.Em meio a uma cidade eufórica por causa de um pássaro que talvez nem exista de verdade, Cullen sofre com a falta do irmão e deseja, mais que tudo, que os seus sonhos se tornem realidade. E bem rápido. *Cortesia: Editora Novo Conceito.
Ficha Técnica 
Autores: JOHN COREY WHALEY
Título: Quando tudo volta
ISBN: 9788581633848
Selo: NOVO CONCEITO
Ano: 2014
Edição: 1
Número de páginas: 224
Formato/Acabamento: 16x23x1,44
Peso: 0.31 kg
Preço Sugerido: R$ 29.90
Área Principal: FICÇÃO
Assuntos: DRAMA
Book Trailer: AQUI
Compra: AQUI

Notas 
Capa: 10/10
Conteúdo:05/10
Diagramação: 10/10
Conceito Geral:60/100 


Tudo um dia volta 
Por Paloma Viricio 1




Visão Geral
Era o que acontecia em Lily. As pessoas sonhavam.As pessoas partiam. E todas elas voltavam. Era como se fosse uma versão do Arkansas de um buraco negro; nada podia escapar”, p.41. Lily é a cidade onde se passa o cenário de Quando tudo volta. É um lugar pacato onde as pessoas acabam ficando cansadas da mesmice sufocante. E não é por menos, até eu como leitora fiquei um pouco nostálgica com a trama do livro.

Cullen Witter é um adolescente que vive em Lily com os pais e o irmão mais novo, Gabriel. Ele trabalha em uma lanchonete e se vê perdido quando o caçula desaparece de forma misteriosa. Inicialmente o povo da cidade ajuda a família na busca do menino, mas depois o sumiço dele fica em segundo plano porque aparentemente um pássaro lendário (pica-pau Lázaro) aparece por aquela região. Onde está Gabriel? Como Cullen irá enfrentar todo esse clima e ainda lidar com o suposto reaparecimento desse pássaro lendário que traz alvoroço generalizado para a cidade onde vive? E o que um fanático da bíblia e outros tantos personagens tem em comum com o desaparecimento ou morte de Gabriel? “Abaixei a cabeça sobre os joelhos e , quando meu corpo começou a tremer incontrolavelmente, senti um braço caloroso ao redor dos ombros. Ada Taylor se ajoelhou ao meu lado no chão enquanto eu chorava pela primeira vez, ao pensar que a pessoa que eu mais amava no mundo provavelmente estava morta”, p.94.

Quando tudo volta é um livro que me causou várias sensações, boas e ruins. Ele me trouxe muito interesse até as 20 primeiras páginas (as quais li muito rápido), mas me causou incomodo, raiva, nostalgia e felicidade. É um livro bom? Sim, mas completamente diferente do que imaginava quando li a sinopse. Tinha partes da trama que me deixava muito confusa porque não sabia se realmente estavam acontecendo ou eram apenas sonhos do personagem principal. O livro é narrado em primeira pessoa pelo jovem Cullen, mas em algumas partes o autor escreve em terceira pessoa como se fosse o jovem narrando os fatos em um livro escrito por ele. Achou complicado? Eu também, isso ficou muito estranho e dava nós na minha mente...muito confuso. “Quando perguntei a ele sobre o sentido da vida, o Dr.Webb ficou calado e me disse que a vida não tem um único sentido; que ela só tem o sentido que cada um de nós dá a ela. Posso dizer que ainda não sei o sentido da minha”, p. 219. Na capa do livro tem a seguinte frase: “Porque eu estou acordado em um mundo de pessoas que dormem”. Sinceramente não entendi o porque dessa frase porque ela não diz nada. Quando se lê a história de Cullen parece, na verdade, que ele é quem está dormindo porque fica imaginando cenas e acontecimentos bastante loucos e fora da realidade que o leitor sabe que ele vive. Resumindo tudo, o livro até que é legal, mas tem muitos fatos longe da realidade, confusão na narração e alguns personagens que incomodam porque são chatos.

Quando tudo volta é um Young Adult recheado de suspense e gostei como o autor fez os personagens se entrelaçarem no final das contas. Vaguei pesarosamente por umas 150 páginas onde não acontecia absolutamente nada e isso me cansou, como sentia Cullen também ficando cansado da própria vida. Sinceramente esse livro me causou uma relação de amor e ódio que nunca tinha vivido com outro na minha vida. Gostei muito de Gabriel, o irmão do Cullen...me identifiquei bastante com ele, se realmente existisse queria que Gabriel fosse minha alma gêmea. Outro ponto que me incomodou é que o autor jogou a grande bomba de suspense somente pra o final. Poderia ter introduzido algo páginas antes que isso evitaria a sensação arrastada da trama. O que falar sobre a parte alta do suspense? Tremi na base, fiquei muito incomodada e com taquicardia (risos...foi muito bom). “Estávamos em um campo que fora todo devastado, e o que restava não passava do que parecia uma triste e antiga zona de guerra.  A grama estava praticamente morta, a terra passara de marrom a cinza, e a única árvore ainda de pé estava desfolhada e inclinada como um monstro assustando uma criança em seus pesadelos”,p .115.

Design e Diagramação
O miolo é confeccionado em material pólen, agradável á visão. Possui letras e espaçamentos agradáveis também e aprecio muito essa qualidade nos livros da Novo Conceito. Cada começo de capítulo vem com o desenho de uma nuvenzinha e dentro do livro tem passarinhos como o da capa nas laterais das folhas, muito fofo. A capa é bem bonita e lembra muito a do livro A culpa é das estrelas, acho que devido a combinação de cores azul, branca e preta.
Sobre o autor

JOHN COREY WHALEY se inspirou em uma situação real para compor o enredo de Quando Tudo Volta. O suposto reaparecimento de uma espécie extinta de pica-pau ocupou por um bom tempo a imprensa e a opinião pública no Arkansas há alguns anos.

O autor cresceu na pequena Springhill, na Louisiana, onde ele aprendeu a ser sarcástico e a contar histórias. Quando era criança, gostava de escrever sobre civilizações subaquáticas, mas agora escreve ficção realista para jovens adultos (o que às vezes inclui zumbis...). Atualmente, o autor divide seu tempo entre a Louisiana e Los Angeles. Fonte: Editora Novo conceito.

Licença Creative Commons
O trabalho Tudo um dia volta de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.

Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.  


17 comentários:

  1. Vi tanto resenhas positivas como negativas sobre esse livro!
    Acho que eu teria uma opinião bem parecida com a sua... tenho a tendencia de achar alguns livros tão amarrados! =/
    Já peguei esse livro um tanto de vezes mas até hoje não tive a coragem de lê-lo!

    Adorei o seu Blog, estou te seguindo!


    Beijos,
    Carolina's Book Blog

    ResponderExcluir
  2. O livro parece ser bom, mas vou ser sincera não sou muito fã de livros assim.
    Beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. "Tremi na base, fiquei muito incomodada e com taquicardia" kkkk Faço das suas palavras, minhas. Acabei de fazer resenha dele também lá no blog, e olha, esse livro foi uma confusão de sentimentos. Ele também não era o que imaginei quando li a sinopse. Mas longe de ter me decepcionado. Eu gostei do fato de o autor ter deixado a solução do suspense para a ultima página, eu já estava literalmente DESESPERADA, achando que nada ia se resolver, ai de repente ele joga a bomba nas ultimas linhas. Eu amei, simplesmente. ♥ Também é um livro bem reflexivo, né? Eu achei. =)

    bjoos

    Blog DAMA DE FERRO

    ResponderExcluir
  4. Oi Paloma,
    Já tinha ouvido falar do livro e sua resenha, apesar de ótima, não me animou com a leitura.
    Sinceramente, acho que não vou gostar da história então não pretendo lê-lo!
    Enfim, acho que essa premissa meio confusa, o fato das pessoas ignorarem um sumiço de uma criança por um pássaro (??), não me atraiu de forma geral.

    Beijos,
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. A capa não ficou das melhores (na minha opinião), mas o conteudo parece ótimo

    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  6. Eu tô louca pra ler esse livro, mas ainda não tenho.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  7. Uma leitura que trás tantas emoções é tudo viu!! Parece um ótimo livro :3

    ResponderExcluir
  8. Olha fui as minhas compras na livraria hoje e vi esse livro. Li a orelha dele e não me chamou muita atenção não. E outra, depois que li sua resenha achei interessante o começo do menino sumir e depois aparecer o tal do passaro lendário, mas depois fiquei um pouco decepcionada, porque pensei que o livro tinha mais coisa e falava mais sobre isso. Mas pelo que vc falou ai, parece que o autor foge um pouco dos acontecimentos da história né? Eu nem comprei o livro e acho que fiz bem, porque eu acho que eu iria ficar confusa ao ler. Mas enfim...

    Gostei da sua resenha
    Se cuida linda e fica com Deus
    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Ai, é complicado ler livros que começam muito monótonos né?
    Mas geralmente se a gente persiste e termina o livro, é recompensado com um final eletrizante. Mas nem sempre! Haha
    Parece que alguns autores acham que "suspense" é sinônimo de enrolação. ;x
    Mas me interessei pelo livro, parece legal.
    Um beijo,
    Ana

    ResponderExcluir
  10. Não curto muito suspense, mas gosto quando uma história desperta esses sentimentos na gente.
    Adorei saber sua opinião sobre esse livro, pq olhando pra essa capa eu não daria nada pela história. kkkk. :p
    Resenha do Leitor #10 - Divergente - Veronica Roth.
    Confere lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. A capa achei bem fofa e parece que o livro é legal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Não faz meu estilo mas parece até legal para quem gosta.

    ResponderExcluir
  13. Apesar de parece um livro interessante não tenho tanta certeza se quero ler. Essa parte inicial cansativa é ruim
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Não sei o que achar desse livro, mas acho que leria de boa.
    beijos e queijos

    ResponderExcluir
  15. Que capa linda também me lembrou a culpa é das estrelas. Quero ler esse livro para ontem.
    Beijos xará

    ResponderExcluir
  16. Muito fofo. Quero ler o livro logo.
    beijos

    ResponderExcluir
  17. Parece legalzinho. Gostei da capa.
    xoxo

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.