Resenha-A Máquina de Contar Histórias-Maurício Gomyde

Gomyde, Maurício. A máquina de contar histórias/ Maurício Gomyde.-Ribeirão Preto, SP:Novo Conceito Editora, 2014.

Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias , o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das fi lhas, sem amigos... O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar. Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família V. Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde. *Cortesia: Editora Novo Conceito.
 Ficha Técnica
Autores: MAURÍCIO GOMYDE
Título: A Máquina de Contar Histórias
ISBN: 9788581635040
Selo: NOVO CONCEITO / NOVAS PÁGINAS
Ano: 2014
Edição: 1
Número de páginas: 192
Formato/Acabamento: 16x23x1,2
Peso: 0.26 kg
Preço Sugerido: R$ 29.90
Área Principal: FICÇÃO
Assuntos: LITERATURA NACIONAL
Compra: Aqui.

Notas 
Capa: 10/10
Conteúdo:08/10
Diagramação: 10/10
Conceito Geral:90/100


A Máquina de Corações Feridos 
Por Paloma Viricio
Visão Geral
No fundo as pessoas não compram autores, não compram livros. Compram a emoção que a história promete proporcionar. O que cada leitor quer é, durante a imersão no mundo criado pelo escritor, esquecer-se dos problemas, angústias e tragédias do dia a dia”, p.126. Realmente as pessoas querem um livro para ter algo a mais de suas, muitas vezes, simplórias vidas. Mas e quando os sentimentos que o próprio escritor passa é uma grande farsa? Estaria vendendo sonhos que nem ele consegue realizar? Escrever é ser apenas uma Máquina de Contar Histórias?

Vinícius Becker é um consagrado escritor brasileiro. Começou quando tinha apenas 16 anos e nunca mais parou. Com esforço, luta, conseguiu uma carreia promissora na profissão que escolheu. Passou a rodar meio mundo divulgando os livros, apresentando palestras, conhecendo seguidores do trabalho que desenvolvia...“Uma “Máquina de contar histórias”- era como Salvatore o chamava. Frio, certeiro, veloz. Emoções transcritas no papel de forma científica, com se amor, ódio, pena e saudade fossem tópicos de um fichário que ele abria, selecionava e inseria com precisão nas entranhas do texto”, p.14. Só que quando recebe um telefonema com a trágica morte da esposa e mãe das duas filhas, passa a se perguntar como pôde negligenciar a própria família em prol da escrita. Agora tudo estava perdido. Tinha dinheiro, sucesso, reconhecimento, mas não tinha mais a presença da mulher, Viviana, o reconhecimento da filha caçula, Vida, e nem uma gota do amor da filha mais velha, Valentina. Será que o contador de histórias conseguiria reverter essa situação, retomando o que era mais precioso? O amor...

O avanço da carreira, e não da doença, assumiu o primeiro lugar em suas preocupações. Quatro anos e meio dedicados à literatura como uma máquina, um robô programado para escrever e não amar. Escrever se tornara um refúgio para a alma, o esconderijo para sentimentos que ele aprendera a não externar”, p.34. A Máquina de Contar Histórias é um livro simples, bem escrito, emocionante. Esse é a terceira obra que leio de Gomyde, fico perplexa com o sentimento de conquista que ele sempre consegue passar através das histórias que cria. Não tem como não gostar! Quem disser que não ficou nem um pouquinho emocionado com a história da família V, certamente não sabe o sentido de apreciar uma bela história.

A capacidade do autor em criar personagens humanas é espetacular. Diversos momentos me identifiquei um pouco com cada uma. Com Vinicius perante as questões que um escritor deve enfrentar, já que estou iniciando minha trajetória nessa área. Com Vida pelos momentos doces e alegres da infância. Com Viviana pela luta contra o tempo, a doação através do amor e do prazer em ser mãe. E principalmente com Valentina, que me fez relembrar momentos da adolescência, da paixão jovial, ideologias, vontade de escrever apreciando o mundo, algo que nem todos têm a capacidade de fazer. “Não sei por quê, mas não me sinto parte das coisas que as outras meninas acreditam. Elas não leem os livros, não escutam as músicas, não se apaixonam pelos filmes, não enxergam o mundo como eu o leio, escuto, enxergo e assisto”, p.173.

Não encontrei nenhum ponto negativo em A Máquina de Contar Histórias. Só esbarrei em alguns acontecimentos bastante previsíveis, gostaria que o livro tivesse me surpreendido de alguma forma. Quando passei a ler com um olhar de escritora, não somente leitora, comecei a ver as tramas de outro modo. Então, acabei adivinhando algumas sacadas do livro, que por sinal, foram muito bem empregadas. Não tenho do que me queixar mesmo assim. Reaprendi o nobre sentimento do amor, além de diversas dicas embutidas para quem deseja ser escritor. As descrições são ricas, os capítulos mostram-se como cenas de filmes. Consegui sentir e viver cada instante em conjunto com as personagens. “E, mesmo antes de terminar a leitura, já me deu aquela vontade absurda de ficar muito amigo do escritor”.

Design e Diagramação
A capa desse livro é estupenda, cores vivas e instigantes. A Editora Novo Conceito caprichou no visual de A Máquina de Contar Histórias, ao olhar a capa vejo toda a trama contata em segundos. As letras e espaçamentos são agradáveis e o miolo é impresso em papel polen.

Sobre o autor

Nasceu em São Paulo e mora em Brasília. Tem quatro livros lançados de forma independente (O MUNDO DE VIDRO, AINDA NÃO TE DISSE NADA, O ROSTO QUE PRECEDE O SONHO e DIAS MELHORES PRA SEMPRE). A MÁQUINA DE CONTAR HISTÓRIAS é o primeiro pelo selo Novas Páginas. Fonte: Editora Novo Conceito.

Outros livros do autor

Licença Creative Commons
O trabalho A Máquina dos Corações Feridos de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.

Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.  



Encontre  Monólogo de Julieta  também no:

22 comentários:

  1. Estou com esse livro aqui na minha estante e a faculdade e infinitude de coisas para ler não me permite fazer essa leitura. Todos estão comentando o livro e isso me deixa aflito. (rs.)
    Adoro o trabalho do Gomyde. A escrita dele é tão simples, mas tao tocante que a leitura fica leve sem perder a emoção e a percepção pelas fortes emoções implícitas em suas linhas. Realmente assim que for possível vou ler esse livro, ansiedade está a mil.

    Amei o blog.
    Bjux, Diego França.

    Blog Vida e letras
    http://blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Esse livro vem sendo muito comentado depois da Bienal e a minha vontade de tê-lo aumenta cada vez mais. Espero me encantar na história , como tantas outras pessoas se encantaram .
    Beijos,

    Miih e o mundo literário
    http://miiheomundoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. tipo eu achei essa história mt fraquinha sabe., poderia ser melhor. sem contar q achei mt forçado o amor do escritor pelas filhas D:

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  4. Também foi o terceiro livro do Gomyde que eu li, e o que mais gostei!! Não teve como não me emocionar com a história da família V, achei lindo o esforço do Vinícius para recuperar o amor das filhas, e me apaixonei pela Vida! *-*

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    É bom saber que o livro tem personagens humanas, adoro quando é assim, a nossa identificação com elas aumenta! Também gostei de saber que o livro apresenta dicas pra quem deseja ser escritor.
    Ah, a capa desse livro é maravilhosa!
    Beijos... Samantha Culceag.
    Só pra Menores

    ResponderExcluir
  6. Oiii!
    meeeeeeenina do céu que resenha maravilhosa!
    estou louca para ler esse livro, sempre passo na livraria e tenho que me conter... pq comprei muuitos livros em uma promoção esses tempos... nooossa! tenho que correr contra o tempo haaha!
    me emprestaram o livro "O Muno de Vidro" desse autor, e estou muuito curiosa para ler!
    acho que as quotes que você seleionou... FORAM INCRIVEIS! a primeira me fez ter vontade de ler o livro já! :)

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  7. Que resenha maravilhosa. Até então eu não havia lido nenhuma resenha parecida, algumas foram até vazias e acabei nem dando bola para o livro. Mas com a tua resenha eu super pirei agora e já coloquei na minha lista s2
    Valeu a pena esperar

    ResponderExcluir
  8. Oi,

    li esse livro recentemente e amei! Apesar de alguns momentos previsíveis, a trama foi bem conduzida e os personagens são incríveis! Adorei a resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá Lomita. Bem legal a resenha. Me deu vontade de ler, já que eu também estou começando a escrever, eu vi esse livro outro dia na livraria, realmente, achei o design tbm muito legal. Uma pena a história ter partes previsíveis, mas essa é um dos maiores desafios do escritor, criar uma estória que surpreenda a todo momento.

    Abração, ;)

    ResponderExcluir
  10. Ontem mesmo comentei sobre esse livro, dizendo que ele é bem diferente dos livros anteriores do autor, mas que nem por isso deixa de ser especial. O Maurício já entrou para a lista dos meus escritores favoritos e, apesar de ter acabado de lançar, espero que ele publique um novo livro o quanto antes. Espero também continuar me surpreendendo e me emocionando.

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  11. Que amor esse livro, gostei bastante dele em vários aspectos e suas resenhas são sempre bem feitas e encantadoras <3


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  12. adorei a resenha, o livro deve encantar
    Parabéns
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  13. Oiee ^^
    Ainda não vi esse livro pessoalmente, mas a capa é mesmo liindissima! Já tive o prazer de conhecer a escrita do autor, mas até agora só consegui ler um livro dele, e ameeei ♥ Uma pena que o livro não tenha te surpreendido completamente *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Adorei a sua resenha. A capa é linda mesmo, me chamou muita atenção.

    Beijos

    Jéssica
    Fashion Jacket - www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Esse livro Máquina de contas histórias, parece uma descrição perfeita de quem luta contra os fantasmas de estar consigo mesmo.

    Beijinhos
    http://platinarosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Dicas embutidas para quem deseja ser escritor? *passando na livraria mais próxima para comprar* rs
    Ainda n li nada do Gomyde, mas pretendo. E acho essa capa e esse título maravilhosos, então já sei por qual começar quando for me aventurar nos livros dele. Beijos!

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
  17. Oinn meu Deus, e eu aqui sem ter ainda pego o meu exemplar!!!! Nem poso acreditar nisto.
    Já li todos os livros do auto, exceto este e não teve um que tenha me decepcionado! O Maurício é sensacional realmente!

    Vou ler logo.

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Esse foi um dos meus livros preferidos do autor, achei o trabalho fantástico na escolha do assunto e da maneira que foi abordado. Como você, só acabei achando alguns pontos bem previsíveis que poderiam ter sido mais elaborados, e senti falta de algumas explicações no final!
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
  19. Vi esse livro no skoob, mas não tinha visto a sinopse dele. Parece ser bom!
    Vou colocar na minha lista!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Não conheço as obras do autor e gostei muito de sua postagem. O lado emocional me pareceu o foco mais forte, aquele que possibilita identificação com personagens e amor ao livro. Suas observações, como escritora, atentam para aspectos interessantes, que costumam passar despercebidos. Mesmo situações previsíveis podem se tornar interessantes quando bem narradas. Bjs.

    ResponderExcluir
  21. Eu adorei a sua resenha, eu achei interessante o livro, sempre que compro um, penso, quero uma história linda, que me faça chorar, ou rir, me emocionar.. sei la. No fim dos livros quase sempre sinto um vazio e quero começar a ler mais e mais <3 rs.. ah, eu amei a capa! Ja quero ter ele, achei muito convidativo!! *O*

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.