Eu não sou melhor que uma formiga


Certamente já ouvimos falar da luz. Algo que pulsa tranquilidade. Algo que nos trás a capacidade de entender a escuridão. Certamente já ouvimos falar o coração, e bater tão forte que a morte parecia nos encarar, as batidas nos falavam a vida, mas a vida insistia em nos apressar. O coração era guiado pela luz, mas ainda assim, a luz pode nos cegar.
Como não experimentar o medo? O segredo é só se afastar. Correr para bem longe, longe até chegar. Algum lugar isolado irá nos proteger. É pena que o nosso ser, seria a nossa prisão. Não podemos fugir do medo de ser, o medo de mim é a minha maldição. Terei eu a capacidade de me ver? Eu! Esse ser egoísta, na verdade perdeu de vista a razão de existir.
Não sou melhor do que uma formiga. Não tenho vontade de me encarar, morte é forte o suficiente para fazer. Mas o meu ser é fraco, e por ser, será fardado a se enganar. Até que a luz me tome, me cegue, ela me consome até que eu não possa gritar. Eu estaria rodeado por paz, e nada mais seria importante.
Eu não sou melhor do que uma formiga. Um dos menores seres sociáveis do criador. É um exemplo de que a dor, nada mais é do que: nada. E assim eu estarei numa estrada, cuidando para não pisar em insetos. Por certo, mesmo assim, eu irei pisar.


[Por J. L. Ribeiro]
Se procura definições, desculpe, não tenho nenhuma, carrego comigo apenas algumas especulações: divertido, engraçado, criativo, desleixado, alguns dizem até metido, mas sempre adorável. Meu nome é Jadson, tenho 18 anos, e me tornei o Senhor das noites para levar a cada um que queira pensar sobre a vida e suas desventuras, um ótimo conteúdo.
   

Encontre  Monólogo de Julieta  também no:

14 comentários:

  1. Muito lindo, as rimas de uma poesia em um texto que cont a verdade.

    Beijo na testa!

    http://www.portiprati.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Tati. Adoroo crônicas assim... Bjus

      Excluir
  2. Que texto incrível! ADOREI!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá! Adorei a reflexão, e adoro quando ela acontece assim, nas entrelinhas, metaforicamente! Parabéns! Beijos!

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
  4. Ficou realmente um texto, muito bom, para refletirmos quando vamos parar de ter medo e encontrar a luz no fim do túnel.

    Abraços, Guilherme
    http://omeu-diva.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parar de ter medo acho que nunca vamos,mas é bom refletir sobre as escolhas e os próprios medos. Fico muito bom mesmo. ^^ bjus

      Excluir
  5. Que lindo seu texto, adorei as rimas e a reflexão.. é a verdade explicada em poucas palavras, sinceras *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Deza. Também adorei o texto do Jadson! Bjus

      Excluir
  6. O medo também nos auxilia porque desperta os nossos sentidos. É ele que nos faz encarar nossos monstros e vencer nossos desafios. Somos todos frágeis e, ao contrário dos insetos, podemos escolher entre muitos caminhos. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Marilene. Falou tudo...bela colocação. Eu amei! ^^ Bjus

      Excluir

Tecnologia do Blogger.