Se eu não tivesse você


Eu só queria conversar contigo até não ter mais assunto, e depois ficar em silêncio até não termos mais um mundo, pra chamar de nosso, para ir ao fundo, para ter vícios. Eu posso ter tudo, mas eu teria tudo a perder, se eu não tivesse você.
Eu só queria cantar uma música louca, pirar e deixar fluir, beijar tua boca e te fazer fugir. Quem sabe um horizonte, ao longe, possa te fazer esquecer as dores; lá as cores seriam todas pra você. As flores seriam seus presentes, num futuro em frente a gente poderia adormecer com o pôr do sol, e acordar com o nascer.
Como se tudo fosse ilusão, e toda condição não fosse um escolha, toda folha não fosse de papel, nem o mel, sequer, fosse doce. Eu só queria um céu para onde olhar, e quem sabe, um doce olhar em seu rosto, dizendo que de todos os gostos, você ainda gostava de mim. Pois de tudo o que interessa, de toda lentidão e pressa, de toda magia e reza, de todo ouro e paz, nada mais seria relevante, e a todo instante que coubesse em meu ser, teria todo tempo a perder, se eu não tivesse você.

Postagem feita por:

Se procura definições, desculpe, não tenho nenhuma, carrego comigo apenas algumas especulações: divertido, engraçado, criativo, desleixado, alguns dizem até metido, mas sempre adorável. Meu nome é Jadson, tenho 18 anos, e me tornei o Senhor das noites para levar a cada um que queira pensar sobre a vida e suas desventuras, um ótimo conteúdo.

Facebook PessoalTwitterGoogle + - Blog Pessoal

Encontre  Monólogo de Julieta  também no:

Um comentário:

  1. Muito bom o texto.. o amor é tão grande a ao mesmo tampo tão simples né *-*

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.