Resenha- Treze Almas- Marcelo Cezar

edificio joelma
Aurélio, Marco (Espirito). Treze Almas / pelo espírito Marco Aurélio; [psicografia de] Marcelo Cezar.- São Paulo: Centro de Estudos Vida e Consciência Editora, 2014.
O incêndio no Edifício Joelma, em 1974, deixou cerca de duzentos mortos e um mistério: treze pessoas, encontradas carbonizadas em um dos elevadores, jamais foram identificadas e seus corpos nunca foram reclamados por seus parentes. Enterradas no Cemitério da Vila Alpina, em São Paulo, seus túmulos passaram a receber a visitação pública e acredita-se que suas almas realizam milagres. Será mesmo verdade? 
Classificação :











Ficha Técnica
Título: Treze almas                                                                                 
Autor: Marcelo Cezar,
inspirado pelo espírito Marco Aurélio
Número de páginas:
 480
Formato: 16 x 23 cm
Preço: 42,90
ISBN: 978-85-7722-237-7
Comprar livro Treze Almas- Marcelo Cezar

Notas 
Capa: 10/10
Conteúdo:09/10
Diagramação: 10/10
Conceito Geral:95/100

Cada um escolhe o próprio caminho
Por Paloma Viricio
Visão Geral
A verdade machuca, mas cicatriza. A mentira pode até não machucar na hora, mas depois dói e nunca cicatriza. A ferida fica lá, purulenta, aberta, doendo sempre. A mentira nos aprisiona, nos paralisa, enquanto a verdade pode até nos assustar, mas nos move para a frente, porque nos dá dignidade, nos empurra em direção a Deus! ”, p. 107. Muitas pessoas não entendem porque determinados casos efetivam-se, mas tudo tem um destino marcado. Nada simplesmente acontece por acontecer.

Esse livro conta a história de vida de uma das Treze almas que morreu carbonizada em um dos elevadores durante o incêndio do Edifício Joelma em São Paulo. Várias outras pessoas morreram nessa tragédia, mas essas treze foram as que ficaram sem identificação, sendo enterradas juntas no Cemitério São Pedro (Vila Alpina) o que causou grande comoção das pessoas. Inicialmente elas iam oferecer um conforto para as almas através de orações, mas depois de uma suposta graça alcançada, tantas outras passaram a visitar o local em busca de determinada benção. Não vou mencionar nada sobre a identidade da alma revelada no livro porque isso foi um grande mistério até o momento que o autor resolveu revelar. Quero que seja um mistério para você também que irá ler. Só digo que várias histórias são contadas e interligadas durante anos, oferecendo respostas de muitas indagações iniciais. O crime do poço, misterioso assassinato ocorrido na década de 1940, também é revelado no livro.

Treze almas é um livro que me surpreendeu positivamente. Quando soube que tratava de um tema tão delicado como o incêndio ocorrido no Edifício Joelma, há mais de 40 anos, vários sentimentos passaram pela minha mente. O primeiro foi de bastante curiosidade, além de demasiada vontade de conhecer mais sobre o caso que marcou a história brasileira. Em segundo lugar fiquei sinceramente anestesiada quando o livro chegou em mãos. Isso porque temia encontrar cenas ou acontecimentos muito fortes, já que se tratava de uma grande e triste tragédia. “(...) a vida espiritual é tão rica, tão bonita. Conhecê-la abre nossa consciência, amplia nosso grau de lucidez e melhora os sensos de nossa alma, ajudando-nos a fazer escolhas mais acertadas, errado menos”, p.335. Só que Marcelo Cezar tratou dos temas com tamanha delicadeza que fiquei encantada pela obra e acima de tudo pelo conhecimento que me proporcionou. Ah... então o livro não fala sobre temas fortes? Sim! O Joelma em si foi uma grande tragédia que abalou diversas pessoas no país e ainda mexe demais com tantas outras quando é lembrado. Além disso, Treze almas, trata de outros assuntos delicados como assassinato, pedofilia, preconceito, fé, autoconhecimento, questões “karmáticas” e outros tantos.

Achei tão bonita a dedicatória que o autor fez para o irmão no início da obra que já me senti tocada de alguma forma desde o começo. Já li outras duas brochuras escritas por Marcelo Cezar, que sempre foi um grande autor, mas em Treze Almas é visível a evolução dele como escritor. As outras obras me marcaram positivamente também, mas essa promoveu algo extraordinário no meu interior. Isso porque me identifiquei muito com uma das personagens, Lina, quase chorei com tamanha semelhança entre nossas personalidades. Consegui enxergar defeitos no meu próprio ser que antes não via. Parece que tinha que ler de qualquer jeito e fiquei muito feliz pela oportunidade que a editora me ofereceu. “Faça uma seleção dos pensamentos que chegam até sua mente e escolha ficar com os bons. Isso, sim, é o que lhe compete. Agora, preocupar-se com os outros, com o que vai acontecer, é querer ser Deus, ser a maravilhosa, ser a salvadora da família. Não queira ser mártir, senão você vai acabar como uma”, p.220.


O livro é grande. Possui mais de 470 páginas e acredito que deve ter sido bastante trabalhoso de escrever. Não sei, mas me pareceu que o autor escreveu algumas partes e depois outras e no final juntou tudo. Em alguns momentos achei que houve repetição de assunto. Por exemplo, em determinado tempo, Marcelo, falava sobre o casamento de uma personagem, quanto tempo havia ficado casada, quantos filhos havia tido o que me fazia pensar que o assunto havia terminado ali. Só que depois era surpreendida com a volta do mesmo e ai sim o evento ou cena contada com detalhes. Entende? Ficou muito confusa a questão de espaço / tempo e esse foi único ponto negativo que encontrei porque não aconteceu somente uma vez e me incomodou. “A certeza de que continuamos vivendo depois da morte, conservando a individualidade e tudo quanto aprendemos nesta ou em outras vidas, conforta e estimula a busca pelo conhecimento todos os dias da nossa existência ”, p.421. Em geral a obra foi muito bem conceituada na minha mente como leitora. Aprovo, indico para todas as pessoas e principalmente para aquelas que gostam de livros com cunho histórico.

Design e diagramação
A capa é simples, mas representa bem o livro. As letras são em tamanho bastante confortável para a visão e o espaçamento também. Folhas apresentam-se em material pólen o que é agradável para visão. Muito bom!

Sobre o autor
Nascido em São Paulo, Marcelo Cezar é um dos principais escritores do país, cujos romances enfatizam a espiritualidade de maneira natural e proporcionam entendimentos para uma vida melhor. Já vendeu mais de um milhão de exemplares e tem se mantido nas listas de best-sellers desde 2003. Todos os seus romances são inspirados pelo espírito de Marco Aurélio. Fonte: Editora Vida e Consciência.

Postagens Relacionadas


Licença Creative Commons
O trabalho Cada um escolhe o próprio caminho de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos. 



Encontre  Monólogo de Julieta  também no:

24 comentários:

  1. Adorei a resenha, Paloma!
    Desejo a você uma ótima semana!
    Beijos <3

    vintageiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Iza! Tenha uma ótima semana igualmente.
      Beijos!

      Excluir
  2. Legal, Paloma! Confessso que não é meu estilo de livro, mas sempre vale a leitura para fugir um pouco do nosso mundinho né?


    Beijinhos
    n. // Fashion Jacket
    www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! Pode ler que vai amar, Nathália.
      Beijinhos!

      Excluir
  3. Oi Paloma, que livro interessante. É uma mistura de ficção com fatos reais? Fiquei curiosa.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é psicografado. Que eu saiba não tem ficção...é a realidade porque mostra a história de vida de uma das vítimas que morreram no Joelma.
      Beijus!

      Excluir
  4. Oie! Nossa que lindo que ficou o seu layout! E esse livro deve ser bom, gosto de vez em quando de ler um ou outro livro espirita!
    Bjs, comenta nessa resenha por favor ajudaria muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2015/01/album-de-casamento.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, flor. Eu fiz de coração...deu um trabalho! kkkkkk Então, compre esse. O autor escreve muito bem e o cunho histórico que é apresentado não tem preço.
      Beijos

      Excluir
  5. Nunca imaginei que fosse sobre isso o livro, nossa que sensacional! Quero ler!

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim...é muito bom. Pode ler, Carla, você vai amar.
      Beijus

      Excluir
  6. Fico muito curiosa com esse livro também. Parabéns pela resenha minha amiga. Vou comprar assim que puder.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim dá curiosidade mesmo, Lucia. Sim...compra, não vai se arrepender.
      Beijos

      Excluir
  7. Esse livro é muito bom. Me gerou grande curiosidade também. Concordo com tudo que falou.
    Beijos e queijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dama! O livro é bom mesmo...você já leu?
      Beijos!

      Excluir
  8. Gosto de livros desse autor. Me fazem relfetir.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim eu também , xará! São muito bons os livros dele.
      Beijos!

      Excluir
  9. Dá medinho. kkkk brincadeira, mas não sei se leio livros de espiritismo.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk Manu, Manu! Você como sempre doidinha. Pode ler sem medo.
      Bjus

      Excluir
  10. Livro muito bom. Parabéns pela resenha, você escreve muito bom. A história parece interessante, acho que vou comprar, depois te falo o que achei.
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Sophia. Compra sim...é bom demais.
      Bjus

      Excluir
  11. Ooi,

    Não conhecia o livro e não sei se leria. Parece ser bem interessante, um tema bem sério. Mas não é algo que me atraiu. Acho que ficaria confusa como você durante a leitura.
    Meu pai trabalhar no edificio, hoje já reformado, e eu trabalhei lá durante um tempo. O predio é meio confuso, a estrutura dele é estranha... Enfim, não sei se leria, mas parece interessante.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim um tema sério, mas o autor soube levar muito bem. Nossa que interessante. Um dia eu queria ir nesse prédio para conhecer de perto.
      Beijus

      Excluir
  12. Não conhecia ainda esse livro, mas nossa, adorei a premissa. Tem um toque pesado, mas o foco principal é o mistério em volta dessas pobres almas. Fiquei curiosa também com a revelação!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova no blog de "Amor sem limites", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim...muito bom, pode ler! Eu ameii de coração!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.