Entrevista com escritor Maurício Kanno


Olá meus leitores!O Monólogo de Julieta traz entrevista com a autor Maurício Kanno que escreveu várias obras entre elas A menina que ouvida demais. Vamos conferir!

Sobre o livro
Prepare-se para conhecer a dimensão da criação de histórias e passear cinematográfica e teatralmente pelo ponto de vista de diferentes personagens. E aproveite: escrevi e ilustrei esta história viajante e maluca com o objetivo principal de divertir o leitor, do jeitinho como eu queria ler um livro. Com muitos diálogos, parágrafos e capítulos curtos, acontecimentos fantásticos e absurdos, sem descrições que não acabam mais.

Ficha Técnica
Autor:Maurício Kanno
ISBN:978-85-8273-629-6
Gênero:Romance
Preço:R$37,00
Editora: Multifoco

Monólogo de Julieta-Como surgiu o desejo de lançar um livro?
Maurício Kanno-Desde adolescente queria ser escritor, escrever livros, romances. Finalmente tive o ímpeto suficiente de escrever um até o final, e enfim achar uma editora que o publicasse!

Monólogo de Julieta-Nos conte um pouco mais sobre A menina que ouvia demais.
Maurício Kanno-Bem, você pode ler bem a respeito aqui na sinopse publicada neste blog: http://livrologos.com.br/2014/04/lancamento-a-menina-que-ouvia-demais/

Monólogo de Julieta-Como você configurou as personagens do livro? 
Maurício Kanno-A menina tem um jeitão irreverente e teimosa que é o lado da Liberdade; o Bóris, narrador, o pessoal frequentemente associa a mim mesmo, que tem um certo medo de fazer as coisas mas tem ainda o desejo de se superar e ser autor. A idosa tem deficiências físicas como eu estava enfrentando na época em que comecei a escrever o livro, mas tem um jeitão mais durão, firme. 

Monólogo de Julieta-Quanto tempo levou para escrever sua obra?
Maurício Kanno-Comecei em 2010, devo ter terminado lá pra 2011 uma versão. Mas revisei algumas vezes o livro inteiro até 2014, quando enfim foi publicado. Nesse ano, também produzi todas as ilustrações.

Monólogo de Julieta-Como surgiu a escolha do nome do livro?
Maurício Kanno-Lembrei do livro "A Menina que Roubava Livros", e também do título "alguma coisa demais", talvez "Mulheres que Amam Demais", etc. Aí fui misturando. De todo modo, define bem uma "super-habilidade paranormal" da protagonista.

Monólogo de Julieta-Sobre qual tema escreveria um outro livro? 
Maurício Kanno-Libertação animal. E tem outro livro a caminho sobre o Natal.  

Monólogo de Julieta-Você também é ilustrador. Nos conte mais sobre esse talento.
Maurício Kanno-Não sei se é talento, tenho muita dificuldade e demoro muito para desenhar. Há muito o que praticar. Mas acho mágico, valioso e acho importante investir nisso. 

Monólogo de Julieta-Qual a maior dificuldade quando vai ilustrar um livro? Como faz para superar esse obstáculo?
Maurício Kanno-Busco muitas fotos de referência na internet para me ajudar. Por exemplo, se vou fazer uma ilustração com uma moça de cabelo chanel, triste, abraçando um homem arrasado, que veste paletó, vou buscando fotos de tudo isso, observando, adaptando e vou compondo meu desenho, baseado em imagens da realidade. Tem vezes em que também preciso voltar aos livros de desenho, anatomia, luz e sombra, pra rever alguns conceitos e estudar mais alguns conceitos em que eu estiver com dificuldade e for necessário no momento.

Monólogo de Julieta-Você participou de algumas antologias. Nos conte um pouco sobre elas.
Maurício Kanno-
No livro "Utopia" (2014), de fantasia, publiquei o conto "Família Dragão", que mostra um ponto de vista invertido sobre as clássicas caçadas a dragões (o dos dragões); no livro "Horas Sombrias" (2014), publiquei "Não aceite livros de estranhos", que é meu segundo conto de terror publicado, ambos com evocações a rituais satânicos, hehe; meu primeiro conto de terror publicado foi "Maldito Cheiro de Catchup", no livro "Mentes Inquietas" (2013), este conto um tanto mais picaresco, digamos... já a crônica "Chuva no Parque", publicada no livro "Aquarela" (2014) mostra algo mais cotidiano, passeio com namorada em estilo mais poético; também publiquei "Saci e Tengu", no livro "Mundos vol. 2", pela editora Buriti, unindo duas lendas, brasileira e japonesa.

Monólogo de Julieta-Qual das antologias você mais gostou de participar? Por quê?
Maurício Kanno-Creio que foi "Utopia", por ter muitos contos bonitos da temática que me é favorita. Sempre quis me aproximar mais desse universo, da fantasia! E tenho especial predileção por esse meu conto sobre dragões. Fora que o livro em si reúne muitos contos que gostei muito de ler mesmo. Até fiz um ranking dos que mais gostei.

Monólogo de Julieta-O que você acha do incentivo á cultura no Brasil? Por quê?
Maurício Kanno-Olha, não acompanho muito. Sei que temos editais públicos, inclusive em São Paulo, como do Proac, pelo qual uma amiga já publicou um belíssimo livro de contos de fadas em versão adulta (Camila Fernandes, MilaF); e em Uberlândia (MG), um amigo conseguiu apoio para publicar a história em quadrinhos que ele roteirizou. Mas eu ainda não consegui nada em editais, apesar de ter tentado uma vez ou outra. Quem sabe no futuro?

Monólogo de Julieta-Qual a maior dificuldade que enfrentou para publicar seu livro? Como  superou essa situação?
Maurício Kanno-Foi muito difícil achar uma editora que publicasse o livro. Deu muuuito trabalho, ofereci para muuuuitas editoras. Ainda bem que encontrei a Multifoco, com uma proposta de lançar e só pagar em seguida. 

Monólogo de Julieta-Como sente-se com a receptividade das pessoas que leram as obras?
Maurício Kanno-Fico muito contente em ver que alguns leitores apreciaram muito a leitura. Alguns mencionaram que é muito maluca a narrativa, assim como os personagens; ótimo, rs. Também me disseram que é fácil a leitura, fluente, e é assim que eu desejava mesmo.

Monólogo de Julieta-Qual livro daria de presente para um inimigo oculto? 
Maurício Kanno-Putz. "Como fazer amigos e lidar com pessoas difíceis"? rs.

Monólogo de Julieta-E para um amigo?
Maurício Kanno-"Persépolis", de Marjane Satrapi.

Monólogo de Julieta-Como busca inspiração para escrever?
Maurício Kanno-Pesquiso diretamente sobre o tema e elementos sobre os quais busco escrever. Como Natal, Estados brasileiros, animais, etc. Ou ainda, no caso de um conto de terror que tinha a escrever, me inspirei em um documentário sobre assuntos paranormais. 

Monólogo de Julieta-E-book ou impresso? Por quê?
Maurício Kanno-O impresso é gostoso ainda pela aura bonita de ter o material. Mas o e-book é cada vez mais prático e barato. Leve, portátil pra sair ou viajar, não lota a casa, onde nem tenho mais espaço pra nada, rs. 

Monólogo de Julieta-Diga um autor preferido no Brasil? Por quê?
Maurício Kanno-Vou falar Maurício de Sousa, tudo bem? Rs. Foi quem mais me incentivou na leitura, com histórias muito divertidas e viajantes.

Monólogo de Julieta-Diga um autor estrangeiro preferido? Por quê?
Maurício Kanno-Nem é da área escrita, mas vou citar John Lasseter, diretor de filmes da Pixar, como "Toy Story". Pra mim não importa o meio, mas a história. E as da Pixar são lindas e sensíveis.

Monólogo de Julieta-Qual a dica que você daria para futuros escritores?
Maurício Kanno-Tenha muita coragem, força de vontade, teimosia, paciência e lembre-se que dá muuuuito trabalho escrever e publicar um livro. Mas é um orgulho e satisfação muito grande também.

Monólogo de Julieta-Para encerrar gostaria de fazer um bate e volta com você.
Maurício Kanno-
Uma pessoa: Walt Disney
Um desejo: Viver de arte.
Um livro: "The Illusion of Life: Disney Animation"
Uma música: The Great Pretender (The Platters)
Uma comida: pêssegos em calda.
Uma bebida: vitamina de morango com leite de soja
Uma frase: The book is on the table.
Animal de estimação: miau.
Filhos: minhas artes, meus gatos e quem sabe algum adotado ou biológico humano no futuro?
Dinheiro: ixe.
Felicidade: que névoa.
Fama: será que isso faz bem?
Religião: ex-católico, em busca de algo que me faça sentido.
Blogueiros: parceiros importantes.
Falsidade: tentações humanas e estratégias perigosas.
Ilustrar: mágica bonita. 

Escrever: mágica profunda e viajante.

Sobre o autor

Maurício Kanno é jornalista formado pela USP, escritor e artista visual. Produziu animação em 2008, no Japão; e foi repórter para a Folha de S.Paulo entre 2009 e 2012. Estudou em oficinas de escrita criativa com os escritores Luiz Ruffato, Bruno Zeni e Luiz Bras (2012), cofundou o Núcleo de Escritores Nuke em 2012, foi membro do blog Incubadora Literária (2012-2013) e idealizou o blog Enlaces Literários em 2013.

Organiza o Sarau e Mostra de Artes pelos Direitos Animais todo ano desde 2010; concursos que reuniram 98 artes de 23 países desde 2012; exposições no Shopping Light (2013) e Espaço Surya (2014); produziu diversos textos literários, paródias musicais e pinturas; além de atualmente organizar um livro literário sobre os animais para o qual até agora reuniu 72 textos de 29 autores. Fonte: Arquivo pessoal do autor.

Contato

È autor ou tem um blog e quer ser entrevistado pelo Monólogo de Julieta? Basta enviar um mensagem pela página Contato através do formulário. 

Encontre  Monólogo de Julieta  também no:

5 comentários:

  1. Adoro entrevistas, faça mais!!
    Beijos.
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá; gostei muito da entrevista, especialmente do bate e volta (ele gosta de gatos :) !!!).
    Ainda não conhecia o autor, nem o livro, muito legal o fato de ser ilustrado.

    Participe do sorteio de aniversário do blog: petalasdeliberdade.blogspot.com .

    ResponderExcluir
  3. Oi, Paloma! Tudo bem? Nossa, adorei a entrevista! Achei bem legais as respostas do autor (morto com "The Book is on the table") e gostei de conhecê-lo! O livro dele parece ser bem legal... Parabéns pela entrevista! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oooi,

    Eu adorei a entrevista!
    Gosto de poder conhecer um pouco mais do autor, primeira vez que eu vejo sobre, e achei super legal ele contar um pouco sobre o processo de criação :)


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  5. Adorei a entrevista, principalmente a parte do bate e volta =)
    Abraços!!

    Balaoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.