Resenha- Devaneios sobre a atualidade do Capital-Clóvis de Barros Filho e Gustavo Fernandes Dainezi

O livro “Devaneios sobre a atualidade do Capital” explica de uma maneira didática e acessível o que é o materialismo histórico de Karl Marx e vários outros conceitos como ideologia, mais valia e etc. E nos faz entender melhor o mecanismo da sociedade atual e como nossas ideias e comportamentos tão arraigados nos impedem revolucionar e criar uma nova estrutura sistêmica mais igualitária.
Classificação:

Ficha Técnica
Páginas: 125
Formato: 15,8 x 23
Acabamento: brochura
ISBN: 978-85-66014-02-8

Notas 
Capa: 10/10 
Conteúdo: 10/10
Diagramação: 10/10
Conceito Geral: 100/100

Revolucionando os paradigmas
A obra dos autores Clóvis de Barros Filho e Gustavo Fernandes Dainezi, “Devaneios sobre a atualidade do Capital” é uma literatura obrigatória para os dias de hoje, pois nos ajuda a entender por meio do materialismo histórico de Karl Marx, ou seja, a ciência da história, o mundo em que vivemos: por que ele funciona desta forma? E por que é tão difícil provocar uma ruptura com o sistema atual? De forma imparcial, os autores explicam diversos conceitos que nos orientam a ter uma visão crítica do mundo. É o tipo de leitura que quebra paradigmas e muda totalmente nossa maneira de pensar a vida.

No livro explica-se como a produção de bens, os meios e as relações de produção (ou seja, a infraestrutura) ditam a nossa forma de viver e a condição de vida de toda uma sociedade, além de dar forma às superestruturas, que podemos entender como a educação, a internet, mídia e vários outros conceitos. No entanto, antes de tudo é explicado a diferença entre estudar a história e, por conseguinte a sociedade atual, por meio do materialismo histórico, este é uma forma extremamente científica de se avaliar toda a atmosfera social em que vivemos.

Os autores desmistificam concepções como ideologia, alienação, mais valia e nos fazem perceber através destes que vivemos sob a ideologia da classe dominante e que a alienação não nos permite ver, pois afinal de contas quem é que tem ciência de todo o processo de produção que realiza em seu trabalho? Ninguém, nem mesmo o dono do meio de produção. Todo o mundo está fragmentado. 
A obra também nos faz entender como a mídia e a internet, podem não ser veículos da verdade e nem tão democráticos assim. A mídia acaba sendo mais um canal de legitimação da ideologia da classe dominante e a internet o que pode esclarecer a um indivíduo que não sabe o que procurar a não ser produtos para consumir?

Todos esses esclarecimentos são dados pelos autores de forma bem compreensível, e como dito anteriormente, imparcial. O objetivo do livro, dito pelos próprios autores não é engrandecer Karl Marx, mas mostrar aos leitores como muito da sua teoria serve sim para entender o mundo atual.
Penso que é preciso que nós indivíduos devamos fazer esse exercício para que a consciência possa materializar uma revolução algum dia. Sem necessariamente ser comunista, mas uma revolução que possibilite uma mudança estrutural no sistema vigente, pois ele com certeza está longe de propiciar uma vida digna à maioria da população e infelizmente esta ainda não se deu conta disso.

“Devaneios...” Devaneios talvez porque existem muitas ideias equivocadas sobre o pensamento de Marx. E, talvez seja hora de vencermos a ignorância e ler mais, estudar mais e quem sabe um dia... Uma revolução. Quem sabe?
Boa leitura!

Design e diagramação:
O design e diagramação do livro são simples, sem imagens. Há títulos e subtítulos que ajudam a organizar os assuntos e possibilitam melhor compreensão do conteúdo. Possui uma fonte e linguagem favorável à leitura, ainda mais por se tratar de um tema político e histórico. A capa é simples, mas expressa bem o tema do livro.

Sobre o autor:
Clóvis de Barros Filho é professor livre-docente pela Escola de Comunicação e Ética da USP, autor de mais de 20 livros em ética e educação. Além de consultor e palestrante pelo Espaço Ética.
Gustavo Fernandes Dainezi é professor e consultor de ética do Espaço Ética. Comunicador pela ECA/USP onde foi em 2014, convidado de ética e ciência política.

Postagem feita por:

Titta. Formada em Tradutor e Intérprete em Espanhol. Reviso, traduzo e produzo textos na Língua Portuguesa e Espanhola, tanto Textos Técnicos e Comerciais como Jornalísticos, Publicitários e Literários. 
Com noções de Jornalismo, sendo Estudante de Teatro, trabalhei em editora como revisora de texto e coordenadora editorial e dei Aulas Particulares de Espanhol, no que se referir à Comunicação Escrita e Verbal, Arte e Criatividade, estarei mais que habilitada a fazer. Como ler é minha profissão e meu maior prazer e por estar muito engajada na linguagem artística contribuir como resenhista de obras literárias será mais que um prazer.

Facebook PessoalPágina no FacebookTumblr


Encontre  Monólogo de Julieta  também no:

8 comentários:

  1. Oi, Titta! Tudo bem? Esse livro não me desperta um interesse em lê-lo, sabe? Mas fico feliz em saber que você curtiu ele! Adorei a resenha! <3

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Vou ser sincera, pela resenha eu não iria curtir muito a leitura não, mesmo sendo obrigatória para os dias de hoje... mas para quem gosta do tema o livro deve ser super interessante.
    Beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Primeiro parabéns pelo blog achei muito bonito, e sobre livro o que mais me interessei foi que ele meio que parece ter um grande conjunto de opiniões e quero ler ele muito.
    Abraços e Boa Semana!

    www.pedrosanttos.com

    ResponderExcluir
  4. Eu costumava ler livros assim quando eu estava na faculdade, confesso que há muito tempo não leio, é muito bom ler quando podemos, para quebrar paradigmas e pensarmos melhor sobre a sociedade em que vivemos, nossos hábitos atuais em relação a tudo, se estão evoluindo ou não, se estamos andando para trás... Gostei muito da sua resenha sobre este livro! Fiquei curiosa para saber como ele aborda tais conceitos... Beijokas :)

    ResponderExcluir
  5. Li muito livro do estilo na época da faculdade.
    Apesar de ter feito jornalismo, tive matérias como administração, então passei por esse tipo de leitura.
    Acho que peguei trauma e agora não morro de amores mais, haha. Mas acho super interessante o tema.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  6. Realmente é um livro bem interessante que todo mundo deveria ler. Mas no momento não chamou a minha atenção.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Achei bem interessante.

    Beijos ♥

    Jéssica || Fashion Jacket
    www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente esse livro não é para mim. Não gosto desse gênero, prefiro ler ficção hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.