Resenha- Seablue- Raquel Pagno

SEABLUE - Eduardo levava uma vida simples e tranqüila, até o furacão Daniele passar por ela.
Nunca imaginara sentir-se tão apaixonado e menos ainda que em tão pouco tempo estaria de casamento marcado com Daniele Cascais, filha do grande ator Rudson Cascais. Até mesmo a viagem de lua de mel já estava marcada. Passariam abordo do Seablue, o terceiro maior transatlântico do mundo. Tudo estaria perfeito se não fosse pelo mau pressentimento que assolava Eduardo dias antes 
do embarque. Estaria apenas ansioso pela proximidade da viagem e do casamento? Daniele afirmava que sim. Sabia que Eduardo nunca tinha feito uma viagem tão demorada e não se sentia bem por ter que deixar a escola de música nas mãos de terceiros. Mesmo assim ela decidiu convencê-lo a relaxar. Ela sempre o convencia. Em outro ponto de São Paulo, morava Joana, uma jovem que viera do interior para estudar arqueologia, com o sonho de viajar o mundo e desvendar os mistérios da humanidade. Na faculdade, fez amizade com Brigite, que apesar de meio aloprada, não era má pessoa e que acabou por levar Joana até Igor. Apesar dos protestos do pai de Joana, Igor pretendia pedi-la em casamento, surpreendendo-a com o pedido e as passagens para um a inesquecível viagem a sós. Um dos sonhos de Joana seria finalmente realizado, embarcariam em uma semana no Seablue. Seria perfeito! Como ela sempre sonhara! Mas eles não contavam com as traquinagens do destino, que inesperadamente colocaria as vidas de Joana e Eduardo em xeque e faria com que Daniele e Igor aprendessem a conviver e superar os obstáculos causados pela solidão e pela dor de perder um amor verdadeiro.
 Classificação:

Ficha Técnica
ISBN: 978-989-720-126-4
Ano: 2012
Páginas: 272
Idioma: Português
Editora: Corpos

Notas
Capa: 09/10
Conteúdo: 09/10
Diagramação: 10/10
Nota geral: 90/100

Quando apareceu esse livro na minha lista de leitura tenho que confessar que estava morrendo de medo de não gostar, mas fiquei intrigada. Afinal o que a capa nos passa é nada e tudo ao mesmo tempo. Antes de ler a sinopse a minha impressão foi a de que o livro ia contar uma terrível tragédia no mar. Sim, só de olha a capa tive essa impressão. O nome Seablue já nos remete a um grande cruzeiro luxuoso, e o tom verde, azul e roxo escuro remete a uma temática mais sombria. 

O livro é narrado em terceira pessoa. Eu particularmente não sou fã dessa forma de narração, mas ao dar início a leitura pude entender o motivo: são muitos personagens, que a princípio são distintos e se fosse uma narração em primeira pessoa não teria a visão geral da obra.Começamos com Eduardo, que é dono e professor de uma escola de música para crianças carentes. Ele esta noivo de Daniele Cascais, filha de um grande ator. Ele mesmo chega a duvidar que esta com Daniele em poucos momentos. Eles estão se preparando para curtir a lua de mel antecipada no cruzeiro Seablue. A lua de mel foi adiantada por conta das especulações dos muitos repórteres que a cercam pela sua vida pública. Esta tudo preparado para a viagem de dez dias que antecede o casamento que está previsto para dois dias depois da chegada do navio. 

Em outro ponto da cidade temos Joana que veio para cidade grande para se dedicar aos estudos e nessa nova vida ela conheceu Igor de 41 anos, vale ressaltar que essa é a única idade revelada no livro. Eles estão juntando dinheiro há dois anos para fazer essa viajem. Igor surpreende sua amada com a compra das passagens e um pedido de casamento.

Esse é o início do livro. Não me empolgou tanto esse início, pois a autora esta nos situando na vida dos dois casais. Parece desnecessário, mas sua importância vem mais para frente. 

Quando finalmente a história começa a ganhar uma agitação, todos nossos personagens estão a bordo do navio. A partir do momento que algumas fotos de Danielle aparecem para atormentar o casal, Joana e Igor cruzam o caminho de Danielle, mesmo que de uma forma pequena, seus destinos estão cruzados. Desse momento em diante você não consegue mais largar o livro. Sofre junto com os personagens, e é impossível não comparar com o clássico filme Titanic. O grande navio que esta prestes a tombar, mas diferente de Titanic, a culpa é de um funcionário invejoso e não de um iceberg. Mas a forma como a autora aborda a experiência de cada um nesse momento difícil que é estar cara a cara com a morta é incrível. Faz com que notemos a grandeza da situação e de como é difícil à luta pela sobrevivência. O livro é dividido em três partes, que se eu for explica um pouco do que se trata cada uma das partes é spoiler. Cada parte é uma separação ótima para que não percamos com as idas e voltas entre os personagens, que como eu disse são distintos, cada uma tem a sua vida, mas são interligados em certo momento da historia. 

Mal dormi a noite por não conseguir largar o livro. E quando finalmente cheguei ao desfecho da obra me surpreendi. Ao decorrer da última parte a autora abre várias opções diferentes de final e a forma como finalizou foi inesperada. Adoro livros que me surpreendem, quebra todo um padrão pré-formado.

Postagem feita por:
Carol Cadiz,19 anos, estudante de jornalismo, conselheira,amiga,ama musica, dedicada, sonhadora, determinada, leitora compulsiva... Feliz! simples assim. "Me provoque, me desafie, me tire do sério, Me tire do tédio, vire meu mundo do avesso..." - Clarice Lispector. Normalidade? já nem sei o que é.


Encontre  Monólogo de Julieta  também no:

12 comentários:

  1. Parece ser ótimo, fora que a capa é linda! <3

    bbreathingfashion.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia ainda esse livro, mas pela sua resenha, parece bem legal! Mesmo parecendo um pouco com titanic, acho que nunca li nada do estilo, tem todo jeito de ser ótimo *-*

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Escola Noturna - O Legado", vem conferir!

    ResponderExcluir
  3. Parece ser uma boa leitura, apesar de que penso que não seria uma escolha de leitura que faria nesse momento.

    aguardandoocamaleao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia esse livro !
    Ao ler sua resenha fiquei super curiosa para ler "seablue" ;)
    Vou ver se o leio ainda esse ano , isso se conseguir ler minha meta kkk...

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie Carol =)

    Não conhecia o livro, mas pela premissa ele pareceu interessante .
    Dica anotada ^^

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia a obra, mas me pareceu uma ótima leitura. E tudo que você falou me deixou muito curiosa para conferir. Ótima resenha!

    http://blogquerida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Carol!
    Não conhecia a obra e nem a autora, mas confesso que não despertou minha curiosidade. A trama em si não me pareceu convidativa e estou evitando insistir em leituras assim.
    Mas fico feliz que tenha se surpreendido e gostado da obra, até porque o modo narrativo da obra não era o seu predileto e isso, às vezes, incomoda.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu também achei que era uma obra sombria ao ver a capa, mas pela sinopse pende mais para o drama, né?
    Parece super interessante e me chamou a atenção.
    Estou bem curiosa para saber a ligação entre os dois casais e o que acontece com o navio.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Carol!
    Já tinha visto esta capa pela internet e gostei muito de conferir sua opinião. Parece ser uma ótima estória, achei o enredo instigante. Bom saber que prende o leitor! :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.