Resenha- A menina da Neve- Eowyn Ivey

a menina da neve-  eowyn ivey editora novo conceito
Ivey, Eowyn. A menina da neve/ Eowyn Ivey; tradução Paulo Polzonoff Junior. – Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2015.
Alasca, 1920: Um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando um do outro cada vez mais ele, no duro trabalho da fazenda, ela, se perdendo na solidão e no desespero. Em um dos raros momentos juntos durante a primeira nevasca da temporada, eles fazem uma criança de neve. Na manhã seguinte, ela simplesmente desaparece. Jack e Mabel avistam uma menina loira correndo por entre as árvores, mas a criança não é comum. Ela caça com uma raposa-vermelha ao lado e, de alguma forma, consegue sobreviver sozinha no rigoroso inverno do Alasca. Enquanto o casal se esforça para entendê-la uma criança que poderia ter saído das páginas de um conto de fadas , eles começam a amá-la como se ela fosse filha deles. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam ser, e o que aprendem sobre essa misteriosa menina vai transformar a vida de todos eles.
Classificação:

Ficha Técnica
Autores: EOWYN IVEY
ISBN: 9788581638010
Ano: 2015
Edição: 1
Número de páginas: 352
Formato/Acabamento: 16x23x2,1
Peso: 0.48 kg
Preço Sugerido: R$ 34.90
Área Principal: FICÇÃO
Assuntos: DRAMA | FANTASIA

Notas
Capa: 10/10
Conteúdo: 10/10
Diagramação: 10/10
Conceito Geral: 10000/100

Milagre da neve
Por Paloma Viricio
menina de neve tumblr
Visão Geral
Mabel não tinha mais certeza da idade da menina. Ela parecia ao mesmo tempo recém-nascida e tão velha quanto as montanhas, seus olhos cheios de pensamentos mudos, a expressão impassível. Ali, com a criança na floresta, tudo parecia possível e real”, p.134. Em uma cabana fria do Alasca, tudo era incerto para Mabel e Jack. As dificuldades, além do fato de não poderem ter filhos, colocou o amor deles em prova. Quando Jack pegou nos braços o recém-nascido morto, viu o mundo afundar em uma triste tempestade. Os dois raramente conseguiriam alcançar a felicidade plena dali em diante.

A menina da Neve é um drama embalado por fantasia, mistério. Uma espécie de contos de fadas melancólico e doce.  Nunca vi um livro tão bem costurado como esse. A escrita de Eowyn Ivey é maravilhosa. Ela não deixou uma ponta solta e soube embalar o leitor com perfeição.  Todos os acontecimento empurram você para um só caminho, um final que me deixou sem palavras. “(...) foi o medo o que a motivou? Medo do cinza, não só  nas mechas dos seus cabelos e nas suas bochechas flácidas, mas do cinza mais profundo, no ossos, tanto que ela achava que podia se transformar em poeira e simplesmente se espalhar com o vento”, p.33.

As personagens são sensacionais, originais, humanas. Ivey me surpreendeu em alguns momentos. Não esperava encontrar um romance no livro. Ela soube o moldar muito bem, na medida e na hora certa, tornando tudo demasiadamente encantador. A dor da Mabel e do Jack, por não conseguirem ter filhos foi tão real que me senti na pele deles. Só que a menina apareceu na vida dos dois para mudar tudo. Engraçado, porque ela que levava eles, assim como os filhos fazem com os pais na vida real. As pessoas, ás vezes, idealizam um mundo para os descendentes, mas cada um já tem o seu próprio destino para seguir. O negócio é se adaptar ao caráter e condição do filho… porque não tem jeito, você vai o amar de todas as formas. “Ela andou pensando nas palavras de Ada sobre criar novos finais para as histórias e escolher a alegria em vez da dor. Nos últimos anos,  Mabel chegara à conclusão de que a irmã estava parcialmente enganada. Sofrimento, morte e perda eram inevitáveis”, p.306.

A menina da neve me proporcionou momentos maravilhosos, fiquei presa naquele conto de fadas e não conseguia sair. Quando virei a última página, fiquei melancólica, perdida e com saudades. Por outro lado, me  vi muito feliz por ter conhecido um livro tão espetacular como esse. Outro ponto que me agradou bastante foi o jeito rústico e selvagem da menina. Aquela realidade crua vivida no Alasca de 1920 foi espetacular, antiga e ao mesmo tempo tão atual. A luta pela sobrevivência nas montanhas geladas, a beleza da natureza, da neve e dos animais. Um livro verdadeiramente encantador que desejo ler mais mil vezes.

Design e diagramação
A capa está magnifica. Tão fofa, delicada, ao mesmo tempo expressiva, assim como a trama de Ivey. No começo de cada capítulo o leitor encontra uma ilustração linda da floresta. As letras e espaçamentos estão em tamanhos agradáveis para a visão. O miolo foi impresso em papel pólen.

Sobre a autora
eowyn ivey author

Eowyn Ivey mudou-se para o Alasca ainda pequena e continua vivendo por lá com seu marido e duas filhas. Formou-se com honras em Jornalismo pela Universidade de Western em Washington e fez pós-graduação em Escrita Criativa pela Alaska Anchorage. A Menina da Neve é seu livro de estreia e foi finalista na categoria ficção do Prêmio Pulitzer, em 2013.Fonte: Editora Novo Conceito.

Licença Creative Commons
O trabalho Milagre da neve de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.

Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.  

Encontre  Monólogo de Julieta  também no:
                                                    FacebookGoogle+TwitterInstagramYoutubePinterest  

10 comentários:

  1. Fiquei com muita vontade de ler esse livro, super bacana sua resenha.

    Beijos
    http://pimentasdeacucar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro uma fantasia e mistério, mas não é sempre que encaro o drama Paloma! Mas esse livro está na minha lista faz um tempo, acho a capa linda!!!

    Bjs, Mi

    Nossa Sil! Que história interessante! Uma prostituta que quer ser prostituta, ama e é correspondida! caraca! Eu preciso ler esse livro, pra ontem!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Parece bem bacana. Gostei
    =]


    Beijinhos
    n. // www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  4. Achei esse livro diferente, mas interessante. Gosto de fantasia e essa parece ser deliciosa!
    Parabéns pela resenha :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Já estava doida para ler esse livro, só pela capa, pela sinopse, pela indicação a um prêmio importante... ai vem essa resenha... Poxa, preciso ler!

    #DoQueEuLeio

    ResponderExcluir
  6. E essa neve toda no fundo da foto da autora? invejinha ein hahahah tenho ouvido falarem muito bem desse livro, é uma proposta bem diferente. Adorei sua resenha, e o papai noel rondando aqui a página!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Gelo Negro", vem conferir!

    ResponderExcluir
  7. Oi Paloma.
    Comecei a leitura essa semana e estou adorando.
    Na verdade, já meia melancólica pelo muro entre o casal :(

    Amei os quotes selecionados e o look de Natal...essa nevinha ♥

    tenha um ótimo final de semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  8. Oi Paloma!
    Que capa linda, adorei! Não conhecia o livro e gostei muito de conferir sua opinião, deve ser mesmo uma estória cativante e bem construída. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu fui, provavelmente, a unica pessoa que não curtiu este livro. Não acabei me apegando com a história e os personagens, entao não sinto nada positivo :(
    Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.