Resenha- O papai é Pop 2- Marcos Piangers

Piangers,Marcos. O papai é pop 2/ Marcos Piangers. Caxias do Sul, RS: Bellas Letras, 2016.
O papai é pop está de volta! Marcos Piangers vai colocar você no banco de trás do carro, ao lado das filhas Anita e Aurora, para contar novas histórias - algumas comoventes, algumas divertidas e outras talvez um pouco nojentas - sobre essa coisa absolutamente comum e extraordinária que é ser pai.Um sentimento que não se pode explicar, não se pode entender. Só se pode viver. Porque você não vai ter um filho para obter vantagens, descontos, deduções do imposto de renda ou balões de graça sempre que for ao shopping. Um filho vai esgotar suas economias e minguar suas noites de sono. Vai sujar suas camisas novas e desenhar em suas paredes. Você vai ter um filho, na verdade, por um único motivo: para aprender a amar outra pessoa mais do que a você mesmo.

Classificação:

Ficha Técnica
ISBN-10: 8581742734
Ano: 2016
Páginas: 112
Idioma: português 
Editora: Belas-Letras
Onde Comprar? Site Belas Letras


Notas
Capa: 10/10
Conteúdo: 09/10
Diagramação: 10/10
Conceito Geral: 9,5/100
A volta do papai
Por Paloma Viricio
Visão Geral
Não dizem que um bom livro é percebido logo nas primeiras páginas? Foi exatamente essa impressão que O papai é pop 2 me causou. E o engraçado é que as primeiras páginas nem foram escritas por Piangers. A introdução é dada pela visão da mãe do autor (Eloisa Piangers). Uma pessoa completamente cativante com o uso das palavras. O que me emocionou instantaneamente. Sei que cada pessoa traça seu próprio talento, mas já dá para ter uma ideia de onde vem o do Piangers.


O papai é pop 2 é composto por 39 crônicas sobre diversos assuntos como: família, filhos, relacionamentos, mas também sobre questões típicas do cotidiano como tecnologia, morte, trabalho ou amigos. Então, pode-se dizer que ali encontramos todas as questões relacionadas com o universo do autor. Piangers parece ser um cara muito bem humorado, de personalidade forte, que sustenta seus próprios ideais de vida. O amor dele para com as filhas é algo inegável e bonito de se ver. Acredito que o amor de pai que faltou para o escritor durante criança o fez se doar em dobro às meninas.


É um livro leve, curto, que o leitor consegue devorar em apenas um dia. O que muito me agrada é que difere dos livros tradicionais de crônica, pois não encontramos aquela obra mórbida repleta de blocos e blocos de textos um atrás do outro. O livro torna-se leve justamente por ser interativo. Uma ótima opção inclusive, para presentear alguém especial. Nele o leitor pode realizar algumas atividades como: montar uma árvore genealógica, anotar em balões lembranças de momentos especiais que passou com a figura paterna, pintar e recortar figurinhas de bigodes para produzir fotos divertidas.


Para complementar, O Papai é pop 2, também é um livro multimídia.O leitor pode curtir a capa (que é maravilhosa) em realidade aumentada.  No rodapé da mesma há um ícone azul em círculo com o desenho de um raio. Então, basta baixo o aplicativo Zappar, apontar a câmera para o símbolo da capa e aguardar alguns segundos para surpreender-se. Perfeito!

Design e diagramação
Particularmente acho todos os livros da Editora Belas Letras sensacionais quando o assunto é diagramação. Tanto a capa como o miolo são complementados por um visual moderno, divertido e elegante. O Papai é pop 2 está com cores bem alegres, muitas ilustrações sensacionais. O miolo é impresso em papel pólen, agradável para a visão. As letras, espaçamentos estão bons. 

Sobre o autor

Marcos Daniel Piangers Barros (Florianópolis, 26 de julho de 1980) é um radialista, apresentador e colunista brasileiro. Formou-se em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Ingressou no Grupo RBS ainda durante a faculdade, quando começou seu trabalho de apresentador e jornalista em Florianópolis. Em 2006 foi transferido pela empresa para Porto Alegre, onde mora atualmente. Em 2015 lançou o livro O Papai é Pop. Na Rede Atlântida, participa de segunda a sexta dos programas de rádio "Pretinho Básico", e as terças apresenta o "Qual é?", que tem a participação do psiquiatra Jairo Bouer. Trabalha como repórter no programa Encontro de Fátima Bernardes, assinou em 18 de fevereiro de 2016 o contrato com a Rede Globo.

Licença Creative Commons
O trabalho A volta do papai dPaloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.

Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.  

6 comentários:

  1. Não sou muito fã de crônicas, mas de fato o livro chama a atenção por se tratar de um assunto tão importante pro ser humano, a relação e interação com outros humanos. E além disso, o leitor ainda pode interagir com a obra, algo totalmente positivo. Gostei bastante!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu li esse livro na livraria enquanto esperava meu namorado chegar ..
    E olha, me arrependi de não trazer pra casa.. ele é muito fofinho <3

    www.saidaminhalente.com

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia, mas a proposta me pareceu incrível! Acho que abordar de maneira criativa esses temas mais comum na nossa vida como família, trabalho, relacionamento, e outros, pode nos trazer acima de tudo, uma boa reflexão sobre essas questões. A edição está super caprichada, parece um livro muito bonito para se ter na estante :) Beijos!
    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
  4. Amei esse livro, super jovial e interessante. Muito fofo. Já quero ler.

    www.glamourosasderosa.com

    ResponderExcluir
  5. Olá, Paloma.
    Não sou muito fã de crônicas exatamente pelo motivo que você citou, de ser textos e mais textos. Por isso pelo livro ser bem diferente, acho que daria uma chance. Mesmo preferindo ler ficção.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.