Resenha- A menina que não acredita em milagres- Wendy Wunder

Wunder, Wendy. A menina que não acredita em milagres / Wendy Wunder; tradução Ana Rezende. –Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito, 2017.Campbell tem 17 anos. Ela não acredita em Deus.Muito menos em milagres Cam sabe que tem pouco tempo de vida, por isso quer viver intensamente e fazer tudo o que nunca fez, no tempo que lhe resta. Mas a mãe de Cam não aceita o fato de perder a filha, assim, ela a convence a fazer uma viagem com ela e a irmã para Promise um lugar conhecido por seus acontecimentos miraculosos. Em Promise, Cam se depara com eventos inacreditáveis, e, também, com o primeiro amor. Lá encontra, finalmente, o que estava procurando mesmo sem saber. Será que ela mudará de ideia em relação à probabilidade de milagres? A Menina que não Acredita em Milagres vai fazer você rir, chorar e repensar sua conduta de vida.
Classificação: 


Ficha Técnica
ISBN-10: 8581638155
Ano: 2016
Páginas: 327
Idioma: português 
Editora: Novo Conceito
Onde comprar? Editora Novo Conceito

Notas
Capa: 10/10
Conteúdo: 08/10
Diagramação: 10/10
Conceito Geral: 80/100

A esperança muda pessoas
Por Paloma Viricio

Visão Geral
Não que acreditasse em céu ou em um deus (especialmente um homem) ou em Adão e Eva, como metade dos otários que moravam na Flórida. Ela acreditava na evolução: peixes adquiriam pés, sapos adquiriam pulmões, lagartos adquiriam pelos e os macacos tinham de andar eretos para percorrer a savana. Fim da história”, p. 07. Ás vezes só precisamos entender o mundo e tudo aquilo que nos rege, mas nem sempre a vida nos dá tempo para isso com a chegada de uma doença terminal.

Gostei tanto de A menina que não acredita em milagres que nem sei por onde começar. A escrita da autora é tão cativante. É tudo tão redondinho e real. Digo real porque ela tenta manter o livro o mais próximo da realidade como se, por exemplo, tudo descrito ali estivesse realmente acontecendo. Sabe? Ficção com carão de vida. Quem me conhece sabe que amo romances assim. Como poderia ser diferente com esse? Os fatos acontecem de forma tão natural, sem forçar nada ou parecer algo somente metafórico como vemos em tantos livros por ai.“Todos riram. As famílias eram próximas, mas falavam apenas sobre o câncer. Ele consumira suas vidas e interações. Contagem sanguínea, tratamentos, avanços, sintomas e meios de obter mais energia, mais vida”, p.65.


Sobre as personagens... Tem bastante gente para explanar por aqui, mas irei falar sobre as que mais me agradaram ou que se fizeram mais presentes. Vamos começar pela Cam. Ah... ô menina para se parece comigo. Me identifiquei horrores com essa personagem, acho que nunca tinha me identificado assim com nenhuma que conheci até agora em livros. Eu amei o jeito realista, amoroso com os animais, verdadeiro com a família e a coragem de encarar a vida mesmo tendo que suportar aquela doença tão dolorosa. Sem contar que as falas irônicas dela eram as melhores. A mãe e a irmã de Cam são muito engraçadinhas e dá para ver que mesmo com todos os momentos loucos da Cam elas estão sempre ali do lado dela. “Ela não acreditava na melodramática história de como a cidade conseguiu a mágica. Não acreditava na “mágica” propriamente dita. Ela mesma não podia ter esperança. Mas elas podia dar o presente da esperança para a mãe e a irmã. Podia ajudá-las a acreditar”, p.157.

Asher é um amor. Sempre tão fofo, sempre perfeito (palavras da própria Cam), mas não chato como aqueles mauricinhos de livros de princesas. Ele era simplesmente daquele jeito e ficou tão natural que em nada mudaria ele. A Lily, melhor amiga da Cam era mais louca do que ela. Eu também queria ter criado a lista do Flamingo como as duas e simplesmente aproveitar a vida independente de qualquer coisa. Enfim, amei o livro, mas devo confesso que odiei o final. Não vou nem explanar aqui o motivo senão vou acabar soltando spoilers. Indico ler, é um bom livro!

Design e diagramação
A capa desse livro é muito bonita. Cor harmoniosa, os desenhinhos de flamingo são lindos. Essa junção de lilás com rosa deu um ar muito legal ao livro. Os capítulos são bem divididos. As letras, espaçamentos são agradáveis para a visão. O miolo foi impresso em papel pólen.

Sobre a autora

Wendy Wunder quando não está passando o tempo com sua família, ensina ioga nos arredores de Boston. Já trabalhou com rádio, livros didáticos, vendas, bibliotecas, restaurantes e academias, não necessariamente nessa ordem e, por vezes, de uma só vez. A Menina que não Acredita em Milagres é seu primeiro romance.

Licença Creative Commons
O trabalho A esperança muda pessoas de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.

Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.  

Ah...tenho que compartilhar essa música com vocês porque é muito a cara da Cam e do Asher quando estão juntos! ❤❤❤❤❤❤❤❤❤ Obs.: (Quem leu vai enteder o nos escondíamos da luz em relação as escapadas deles por um lugarzinho secreto da casa) rsrs

9 comentários:

  1. Oláááá Paloma
    Puxa cada vez que passo por aqui aumenta minha lista dos desejados!!!!
    Taí mais um para listinha <3
    Começa com essa capa maravilinda e o nome do lugar é tão fofo, Promise!
    Não conhecia a autora nem o livro e já quero.
    Gostei desse plot diferente, como vc disse, é redondinho bem alinhavado e real do tipo real que a gente pode encontrar na esquina de qualquer rua.
    Os personagens cativantes daqueles que a gente faz amizade e sente saudades quando o livro acaba.
    E se a Cam gosta de animais então já somos amigas de infância.
    Adoro essa pegada maluquinha de ser :p
    Fiquei curiosa com a lista flamingo e já estou torcendo pelo casal Cam&ASher <3
    Bjs flor e uma ótima quarta feira pra ti
    Luli Café com Leitura na Rede


    ResponderExcluir
  2. Não sei muito se eu ia gostar desse livro, não é muito o tipo de história que eu gosto. =\


    Beijinhos
    n. // www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  3. Acabei de desejar ler esse livro !
    E olha que não sou aquele tipo de "leitora" assidua kakakaka
    Gostei do tema

    Beijos <3

    Blog Nana Pinho em cores - Face - Insta Nana
    Blog Cozinha Desande - Insta Cozinha

    ResponderExcluir
  4. Oi, Paloma!
    Amo essa música!
    Esse era um livro que eu não tinha muita vontade de ler, mas vi tanta resenha boa que estou tentada a dar uma chance.
    Gostei muito de saber que ele é bem próximo da realidade.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. ;)

    Não conhecia o livro. Confesso que fiquei curiosa por causa da história, mas mais ainda porque você odiou o final! hahaha!

    Ótima quarta!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Não conhecia esse livro, achei bem interessante.
    Nunca li nada com essa temática.
    Bijos
    http://amandastale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha. tu escreve super bem!
    Beijinhos ❤
    Blog Ale Canofre
    YouTube

    ResponderExcluir
  8. Oooi!

    Pelo jeito você gostou mesmo do livro, mas não sei se o leria. A sinopse não me agradou muito. Acho que não terei paciência para ler esse, estou numa de romances de época e fantasia ultimamente hahah Beijos,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  9. Ei. Mesmo você tendo expostos oque você gostou no livro, acho que não seria algo que eu iria gostar e ter paciência de ler, pelo fato do tema não ter chamado minha atenção.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.