Resenha- Um amor de quatro patas- Sérgio Chimatti

Chimatti, Sérgio. Um amor de quatro patas / SérgioChimatti. – 1.ed.- São Paulo: Vida e Consciência, 2017.Alicia, Jorge e o pequeno Denis formam uma família feliz. Jorge é engenheiro e recebe uma proposta para se mudar com a família para o interior e comandar a construção de uma usina hidrelétrica. Tudo vai bem até que uma tragédia acontece, afetando a todos profundamente. “Um Amor de Quatro Patas” nos mostra que todas as pessoas no mundo vivenciam um processo de evolução que as conduz ao aprendizado e que ninguém pode impedir a evolução. Este romance aborda também a importância e o respeito a todos os seres da Criação, mostrando que o amor dos anjos de quatro patas é essencial em nossa vida.
Classificação: 







Ficha Técnica
ISBN-10: 8577225143
Ano: 2017
Páginas: 384
Idioma: português 
Editora: Vida e Consciência

Notas
Capa: 10/10
Conteúdo: 09/10
Diagramação: 10/10
Conceito Geral: 9,5/100

Um amor especial
Por Paloma Viricio
Visão Geral
(...)o tempo é o melhor amigo, um presente de Deus para vivermos o presente”, p.158. Quando recebi Um amor de quatro patas havia uma leve impressão de que iria me apaixonar por esse livro e eu sexto sentido não estava errado. Para aqueles que são loucos por animais, assim como eu, é impossível não se emocionar com essa história de ensinamentos e conquistas.

A escrita de Sergio Chimatti é muito agradável. Comecei a leitura e logo fui contagiada pelas personagens humanas, verdadeiras que o autor criou. Ele esclarece de forma didática questões importantes sobre o ciclo reencarnatório dos animais e como, em conjunto com seres humanos, eles podem seguir a linha evolutiva para a qual foram destinados. Sempre me questionei se os animais também possuíam espírito assim como nós. Então passei a pesquisar a fundo sobre essas questões. Mesmo não sendo da mesma raça, sentia que a emoção, carinho e o cuidado deles conosco era recíproco. E não me contentaria com uma resposta que não fosse a positiva, porque ela não seria lógica. Já que os humanos possuem espírito por que os animais não poderiam possuir? Esse livro nos explica isso e muitas outras questões interessantes de como é o plano espiritual para os animais, como são as colônias e os mentores deles. “Obrigado por ter sido minha companheira na Terra enquanto vivi e mesmo depois que morri. Você foi meu esteio, meu anjo de quatro patas, na luz e nas trevas... Você conseguiu me amar até depois que parti e nunca vou te esquecer”, p.344.


Foi extremamente emocionante e enriquecedor tudo que aprendi com esse livro. Sempre tive uma conexão muito próxima com meus animais. Recentemente tive uma experiência muito boa. Uma cadela minha havia falecido e depois de aproximadamente uns 8 meses pegamos outra cadelinha aqui para casa. Apesar dos animais terem um ciclo de reencarnação mais rápido que os humanos (porque os animais não possuem expiaões e por evoluírem mais aqui no plano físico), tenho quase certeza de que é minha antiga cachorrinha que voltou. E ela pode ter demorado mais para reencarnar devido ao restabelecimento das condições que ficaram danificadas com a doença que ela teve. É impossível não sentir que são extremamente parecidas, não somente na forma física, mas essencialmente na forma mental. As mesmas manias, o gosto pelas mesmas brincadeiras, mas acima de tudo o mesmo olhar. Isso é algo que toca nosso coração e nos faz sentirmos sensíveis para a vida. “Em todos os lugares, as coisas funcionam da mesma forma: vícios e virtudes são instrumentos que usamos com vários propósitos, moldando o nosso ser, ou na dependência, ou na liberdade”,p.126.

As personagens desse livro me conquistaram em número, gênero e grau. Acredito que a única que não me agradou muito foi Alicia, por ser extremamente água com açúcar. Jorge, Denis, Neusinha, Kelly foram muita bem construídas e fizeram que o enredo ganhasse vida. Além das personagens do plano físico, também somos apresentados a várias do plano espiritual. Inclusive, nesse livro temos a presença de Jurema das Matas. Achei muito interessante relembrar o jeito dessa personagem ao qual eu tive o prazer de conhecer a história mais a fundo através do livro homônimo escrito por Mônica de Castro.

Bom, é somente isso e sou muito agradecida por poder absorver uma obra tão repleta de luz. Além disso, o livro teve um desfecho imaginável. Gostei muito porque me surpreendeu em todos os quesitos. Muito bom! Indico para quem é apaixonado por animais e também para aqueles que ainda não possuem essa sensibilidade, pois pode ser que mudem e que as palavras de Sérgio Chimatti possam lhes tocar a alma. 

Design e diagramação
A capa do livro é muito linda. Amo animais e a foto que escolheram para representar Denis e a cachorrinha ficou ótima. Adorei também o detalhe de cores rosa e azul marinho.  As letras e espaçamento são confortáveis para a visão. O miolo foi impresso em papel branco.

Sobre o autor

Nascido na cidade de São Paulo, Sérgio Chimatti teve suas primeiras experiências mediúnicas ainda na infância. Na busca por informações a respeito dos fenômenos mediúnicos, o autor pesquisou diversas religiões, encontrando no espiritismo as respostas de que precisava. Em parceria com o espírito Anele e outros amigos espirituais, desenvolveu o aprendizado da psicografia, dando sequência aos trabalhos espiritualistas.


Licença Creative Commons
O trabalho um amor especial de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.


Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.  

11 comentários:

  1. Oooooowwwwnnnnnnn Paloma, 1000 vezes uauuuuuu!
    Sou suspeita para falar, porque sou completamente apaixonada por animais!
    Sou mãe de cães, uma gata, a Ágata e um peixinho de aquário <3
    Sempre achei que eles são nossos companheiros leais, fiéis, amorosos e nos compreendem melhor do que qualquer "humano"!
    Então é claro que quero esse livro e sua resenha me fez ficar encantada e apaixonada pela narrativa, pelas explicações, pela viagem ao mundo espiritual, pelas colônias, pelo sentido de evolução.
    Entendo perfeitamente o que vc quer dizer quando se refere , não só a semelhança física, mesmos gostos por brincadeiras e manias, mas e principalmente pelo olhar que ultrapassa o entendimento, passa pelos olhos e ressoa no coração <3
    Vai para o topo da lista dos desejados <3
    E essa capa???????
    Só amor!!!!!
    Bjs flor e uma excelente quarta feira pra ti
    Luli Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
  2. O livro deve ser encantador..não conhecia esse autor ainda..

    Dani Ramos
    http://donaengenhosa.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, Paloma!
    Que capa maravilhosa é essa? Acho que os cães são verdadeiros anjos de quatro patas. Simplesmente adoro! Eu tenho um livro na fila para ler, que é o "Cachorros encrenqueiros se divertem mais", do mesmo autor de 'Marley e Eu'. Até me animei pra adiantá-lo na fila enorme de livros que eu tenho.
    Beijos!
    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Já gostei só pelo título! Ai esse eu queroooo!
    Beijos

    Www.unhasclassicasemodernas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Parece ser um ótimo livro.

    Beijos
    http://pimentasdeacucar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ahh, que linda a sua resenha e a sua história com a sua cachorrinha! Não duvido que seja ela mesma reencarnada. Já assistiu aquele filme, Quatro vidas de um cachorro? Apesar da polêmica que surgiu em cima dele relacionado ao cachorro se afogando, a mensagem que a história passa é muito bonita, e fala justamente sobre isso. Como gostei do filme, imagino que gostaria também desse livro, e me faria refletir bastante!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Ahhh Paloma!
    Posso ler esse livro não ;( vai me lembrar dos meus companheiros de viagem. Sofri muito com a perda de um periquito que conviveu conosco por 18 anos! Sinto que se eu ler vou chorar do início ao fim. Nunca duvidei da espiritualidade dos animais afinal também somos, não é mesmo? É bom saber que eles sempre terão um porque em nossas vidas, e nós na deles. Um abraço literário pra ti.

    ResponderExcluir
  8. Oooi!

    Que livro fofo! Eu não sou muito chegada a cães, mas me pareceu ser uma história tão delicada *.* Deu vontade de ler! Beijos,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  9. Ai, eu amooo livros sobre cães e se passasse por esse numa livraria com certeza ia me chamar atenção. Animais são tudo de bom <3 Porém, acho que toda essa história mais espírita que o autor descreveu é perfeita pra minha sogra, o que tu falou na resenha me parece IGUAL ao que ela sempre me fala, então vou indicar o livro pra ela, que ama cães e vai amaaar essa história *-*

    Beijos!
    http://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Ai que livro fofo, deve ser encantador. Amo cães e as histórias que envolvem eles, mexem muito com a gente, espero lê-lo logo.

    beijão
    preguicaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Genteeee adoreei 😍😍
    Como não amar uma história com animais... E o melhor é quando encontramos um livro que nos prende do início ao fim e pelo jeito da resenha esse será um deles!
    ~Um livro, por favor?

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.