Resenha- Mais do que isso- Patrick Ness

Ness, Patrick. Mais do que isso/ Patrick Ness; tradução Ana Paula Doherty. _ Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2016.Um garoto se afoga, desesperado e sozinho em seus momentos finais. E morre. Então ele acorda. Nu, ferido e com muita sede, mas vivo. Como pode ser? Que lugar é este, tão estranho e deserto? Enquanto se esforça para compreender a lógica de seu pior pesadelo, o garoto ousa ter esperança. Poderia isto não ser o fim? Poderia haver mais desta vida, ou quem sabe da outra vida? 
Classificação:
















Ficha Técnica
ISBN-10: 8581637019
Ano: 2017
Páginas: 432
Idioma: português 
Editora: Novo Conceito

Notas
Capa: 06/10
Conteúdo: 09/10
Diagramação: 10/10
Conceito Geral: 75/100

Descobrindo mais
Por Paloma Viricio
Visão Geral
O impacto é bem atrás de sua orelha esquerda. Fratura o crânio, rachando-o ao meio até o cérebro, a força do impacto também esmagando a terceira e a quarta vértebras, danificando a artéria cerebral e a coluna vertebral, um ferimento sem volta, sem recuperação. Sem chance”, p.13. Deu para sentir? É essa vibe o livro todo. Uma das questões que mais me chamou atenção no modo como Patrick Ness escreve é a descrição do autor. Tem algo lá no fundo que hipnotiza o leitor, que incomoda e ao mesmo tempo faz bem. É algo inexplicável. Foi o que aconteceu comigo. Quando comecei ler o livro não conseguia parar. Era uma página chamando a outra. Um fato buscando outro e com isso quase perdi a noite de sono.

Foi um prazer ler algo do autor. E fiquei curiosa para conhecer também Sete minutos depois da meia-noite. Mas enfim... Mais do que isso é um livro muito bom. Simplesmente não tenho palavras para descrever. Essa distopia é mais uma que entrou para a minha lista das Tops. Esse gênero aliás, é um dos meus favoritos. Não me lembro de ter lido um livro distopico e não ter gostado. Gosto de teorias, sugestões sobre futuros com realidades paralelas a que vivemos hoje. Adorei o mundo criado por Ness. Interessante e porque não aconteceria na vida real? Não é algo impossível. Além de distopia, o livro também está classificado como ficção científica, suspense, outros dois gêneros queridinhos. Então, como vou dizer que não gostei? Impossível, amor. Patrick me pegou de jeitinho! “A solidão nessa exaustão contínua, a solidão terrível deste lugar o engole, assim como as ondas na qual se afogara. Ninguém aqui. Ninguém além dele. Ninguém. Para sempre”, p.134.


Sobre as personagens tenho que dizer que o mestre construiu as melhores. É tão bom ver tramas com pessoas únicas ali. Sabe, cada um tem o seu jeito, seu estilo, suas manias. Seth é o principal dessa bagaça toda. E o que foi aquele começo de livro? Jesus! Eu sentia cada minuto de agonia que esse rapaz passou. Ele é um cara que no começo mostra-se bastante inseguro, mas depois, alguém forte, determinado. Ah...como gosto de ver evolução dos personagens. Achei Regine muito parecida comigo. Sabe, aquela mulher locona que fala tudo na lata? É ela! Nossa...passou por poucas e boas também tadinha. Vemos que todos temos nossas fragilidades. Apenas devemos aprender a lidar com elas. O Tomasz, foi um personagem que me conquistou muito. Ele é uma criança, daí tem toda aquela coisa de querer ser protegido, mas o bichinho é guerreiro também. Sofreu tanto...acho que dos três a história dele foi a que mais me comoveu. Deu vontade de pegar Tommy no colinho. Tem outros personagens secundários, mas acho que não vale falar sobre eles aqui porque não me chamaram muita atenção, foram mais para compor a trama mesmo.

Mais do que isso é dividido em quatro partes. Na primeira não temos noção alguma do que vai acontecer, mas a partir da segunda parte é que o negócio começa pegar fogo. É um bom livro. Eu fiquei um pouco confusa com o final. Será que terá continuação? É uma possibilidade. Enfim, uma boa obra que indico! “A vida não tem que seguir da maneira que você pensa. (...) A vida definitivamente não tinha saído como eles esperavam. (...) Não, a vida nem sempre acontece da maneira que nós imaginamos. Às vezes ela não faz nenhum sentido”, p.424.

Design e diagramação
A capa é bem simples. Eu gostei, mas não é uma das melhores capas que já vi. Enfim, acho que essa capa abstrata relata muito da trama que também é bastante abstrata. Como já disse em resenhas anteriores, gosto muito de capas que tenha combinação de preto e amarelo. Até agora estou pensando qual a relação dessa porta com tudo o que li. O miolo é impresso em papel pólen. Os capítulos são bem divididos. A letra e o espaçamento são agradáveis para a leitura. Apenas em alguns capítulos que relatam memórias do Seth que a fonte muda, o tamanho diminui e fica um pouco desconfortável, mas acredito que isso foi feita para dar uma diferencial mesmo.

Sobre o autor

É o autor best-seller da trilogia Chaos Walking e de A Monster Calls. Aclamado pela crítica, já recebeu diversos prêmios como escritor de ficção para crianças, incluindo duas medalhas Carnegie, no Reino Unido. Já foi colunista do Sunday Telegraph e hoje é crítico literário no The Guardian. Patrick nasceu na Virgínia, nos Estados Unidos, e vive em Londres. Fonte: Editora Novo Conceito.
Licença Creative Commons
O trabalho Descobrindo mais de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.



Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.  

17 comentários:

  1. Menina, preciso ler esse livro para ontem! Me deixou muito, mas muito intrigada!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. fiquei curiosa com a resenha
    https://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Oi Paloma,
    Bem curiosa para conhecer os livros do autor, sempre leio elogios.
    Principalmente esse que você mencionou do filme. O da resenha me interessou também, mas nem tanto. Adorei a resenha e os quotes que você selecionou.

    tenha uma ótima semana =D
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bem?
    Gostei muito da resenha, parabéns!
    Acho ótimo livros nos quais o autor desenvolve os personagens e se aprofunda neles. Acho incrível ver a evolução deles, sabe?
    Também curiosidade sobre Sete Minutos Depois da Meia-Noite, mas acho que vou assistir ao filme, agora que já tá na Netflix.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Amei a resenha. Ainda não pude ler nada dele, mas assisti sete minutos depois da meia noite e amei a história.
    Esse livro parece ser maravilhoso, já que nós prende a ele. Com certeza vou procurar ler
    Beijos
    lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oieee!

    Assisti ao filme dos 7 minutos lá rsrs Quase comprei o livro, mas... A sua resenha deixou esse livro dele bem mais interessante pra mim, hein :P Fiquei curiosa! Beijos,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, Paloma.
    Eu gostei muito desse livro. Foi totalmente diferente do que eu pensava. Achei que fosse ser um drama e no fim acabou sendo uma distopia misturada com ficção científica e no fim já estava achando que estava assistindo Matrix hehe. Quero já ler outros livros do autor.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Dá sim! ;)

    Logo que vi esse livro fiquei interessada de ler. Gosto de finais abertos, que deixam uma brecha para continuações!

    Ótima terça!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  9. Também costumo gostar desse tipo de leitura , achei muito interessante, quero ler !
    Beijos

    Www.unhasclassicasemodernas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia o trabalho desse autor, admito!
    Beijos, The Fancy Cats

    ResponderExcluir
  11. Achei o livro bem interessante e fiquei super curiosa para ler ele.

    Beijos
    http://www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  12. Olá Paloma,
    Parece um livro interessante.

    Big Beijos,
    Lulu
    BLOG | YOU TUBE

    ResponderExcluir
  13. Opa, estou com o A Monster Calls para ler e vou colocar esse na lista também. Porque parece excelente. Gostei
    =)

    Beijinhos
    n. // www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  14. Muitos canais do booktuber falam desse autor, ler a sua resenha só aumentou minha curiosidade para conhece-lo. Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá Paloma, tudo bem?


    O livro parece interessante, essa é a primeira resenha que leio dele e sua resenha me deixou curioso, dia anotada...bjs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Não sabia que era do mesmo autor de Sete Minutos depois da Meia noite :O
    A premissa parece interessante. Uma boa opção para me tirar da minha zona de conforto.

    Thati Machado;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.