Resenha- Desintegrados- Neal Shusterman

Shusterman,Neal. Desintegrados / Neal Shusterman; tradução Camila Fernandes. - Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora 2017. 
Fragmentação tornou-se um grande negócio com poderosos interesses políticos e corporativos em jogo. O governo não quer apenas continuar com ela, como também expandi-la. Cam foi feito inteiramente com as melhores partes de fragmentados e, tecnicamente, ele é um garoto que não existe. Um verdadeiro Frankstein do futuro, que luta para encontrar sua identidade e se questiona se um ser como ele pode ter alma. Quando as ações de um sádico caçador de recompensas ameaçam a causa de Connor, Lev e Risa, o destino de um deles é ligado ao de Cam. A aguardada sequência de Fragmentados desafia a suposição de onde começa e termina a vida e o que realmente significa viver.
Classificação: 
Ficha Técnica
ISBN-10: 8581638104
Ano: 2017
Páginas: 416
Idioma: português 
Editora: Novo Conceito

Notas
Capa: 10/10
Conteúdo: 10/10
Diagramação: 09/10
Conceito Geral: 95/100

Desintegração
Por Paloma Viricio
Visão Geral
A triste verdade sobre a espécie humana,a garota percebeu depressa, é que as pessoas acreditam no que ouvem.Talvez não da primeira vez, mas, na centésima vez, a mais maluca das idéias simplesmente se torna fato”, p.89. Havia desconfiança de que um dia a raça humana iria se auto destruir. A ganância, egocentrismo em expansão não deixava dúvidas sobre isso. Os problemáticos, excluídos socialmente ou abandonados não mereciam um lugar digno na sociedade. Eles apenas serviam para concertar peças quebradas daqueles que se encaixavam no padrão. Os rejeitados eram um prato cheio para serem fragmentados.

Desintegrados é  segundo livro de Neal Shusterman que leio. Estava deveras ansiosa para a continuação de Fragmentados e não via a hora de ter esse livro em mãos.  Fiquei muito feliz em ver que a escrita do autor não mudou, foi aprimorada e tornou-se muito mais ácida. A crueldade com que Neal usa as palavras, cria personagens e situações é que faz todo diferencial. Mesmo sendo um livro de ficção, ele não economiza quando o assunto é fazer com que as cenas fiquem mais próximas possíveis da realidade. “A forma como o olham. Aquelas expressões amedrontadas e suplicantes, sempre esperançosas até o último segundo, como se talvez ele fosse mudar de idéia. Esses olhos o atormentam em sonhos. São as janelas da alma, não são? Mas, naqueles primeiros tempos como pirata de órgãos, quando ele via os próprios olhos no espelho, não enxergava neles o que via nos olhos dos outros”, p.123.

Em Desintegrados a personagem que mais mexeu comigo foi Cam. Eu não sei, mas me identifiquei bastante com ele. Sabe quando só o que queremos é amar e ser amado, mas isso não é possível porque a sociedade te julga pela aparência? Então... complicado. Acredito que as pessoas foram muito cruéis com ele, estou louca para saber da evolução dessa personagem no livro seguinte. Miracolina é outra personagem nova que merece destaque. Ela é tão louca e pirracenta. Jesus, alguém dá um jeito nessa menina? Tinha horas que pensavam em ir lá e puxar ela pelo cabelo. Orgulhosa... Os cegonhas deram muito pano para manga. Gente... alguém avisa para aquele povo parar de ser burro? (Risos) Neal, com certeza apimentou bastante esse segundo livro. “De repente, Risa se vê irrompendo em lágrimas e jogando-se nos braços dele, sem nem saber o por quê. Ela quer rasgá-lo em pedaços, mas também quer desesperadamente que ele a conforte. Quer destruir tudo o que ele representa, mas também quer chorar em seu ombro, pois não tem outro ombro no qual chorar”, p.299.


Desintegrados é aquele livro que você lê, chora porque terminou e deseja ler novamente. O autor segui a mesma linha do livro anterior. Gostei de rever personagens antigos e conhecer novos. Todos muito bem construídos, assim como cada cena é pensada e encaixada. Aos poucos vamos descobrindo os podres por trás da fragmentação. Ainda se tem muita coisa por vir. Só fiquei triste com o final do livro. Isso porque me deixou demasiadamente ansiosa para a continuação. Por isso, terei que roer dedos até essa chegar.  Um livro maravilhoso, redondinho daqueles que dá vontade de manter na cabeceira disputando lugar com outros favoritos. “Como é possível julgar o brilho de uma luz quando você é a fonte dela? Um farol não é capaz de enxergar as sombras que projeta. Tudo o que ele consegue fazer é seguir o fluxo e assumir seu lugar como algum tipo de símbolo espiritual”, p.199.
Design e diagramação
A capa é bem legal e segue a linha do primeiro livro. O miolo é impresso em papel pólen, com letras e espaçamentos confortáveis para a leitura. A diagramação interna também segue a mesma linha do livro anterior.
Sobre o autor
Neal Shusterman author

Já escreveu mais de 30 livros premiados para jovens e adultos, incluindo Full Tilt, a Trilogia Skinkacker, Unwholly, Bruiser e The Schwa Was Here, que recebeu o Boston Globe-Horn Award como melhor livro de ficção. Ele também escreve roteiros para o cinema e a televisão, como Animorphs e Goosebumps. Pai de quatro filhos, Neal vive no sul da Califórnia. Saiba mais sobre o autor em storyman.com . Fonte: Editora Novo Conceito.

Postagens Relacionadas
Resenha- Fragmentados- Neal Shusterman


Licença Creative Commons
O trabalho Desintegração dPaloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.
Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.  

12 comentários:

  1. Oi, Paloma. Eu tinha o livro aqui e até tinha me interessado pela história, mas fiquei com preguiça de começar já que distopia não é meu favorito. Então troquei ele no skoob, mas agora fiquei meio arrependida haha talvez eu leia depois.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha Paloma. Li Fragmentados e curti bastante a distopia criada pelo Neal Shusterman. Fico feliz em saber que a continuação não desaponta. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  3. Paloma, não sou muito chegada em ficção, mas olha, fiquei curiosa com esse livro!
    Aliás, esse e o anterior!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bem?
    Ainda não conhecia esse, valeu pela dica!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  5. Caraca Paloma esse livro deve ser incrível!
    Amei o plot é ameeeei sua resenha.
    Já estou ansiosa para conhecer o Cam e dar uns petelecos na Mira rsrsrs
    Ahhhhh é tão bom rever os personagens com os quais fazemos amizade durante a leitura e siiiiim a gente já fica com saudades quando terminamos de ler.
    Vai para a lista dos desejados
    Bjs e excelente continuação de semana pra ti
    Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Que resenha ótima Paloma. Fiquei curiosa para saber mais sobre essa história e para conhecer o estilo de escrita do autor. Um beijo!

    Não Me Mande Flores

    ResponderExcluir
  7. Oi Paloma,

    Já ouvi falar bem desse livro e do anterior, mas não cheguei a pegar para ler.
    Parece ser uma boa história.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bom?
    Ainda não li os livros desse autor, mas me chamou atenção.
    Obrigada pela dica.
    Beijos
    5 O'clock Tea

    ResponderExcluir
  9. Preciso ler Desintegrados! Li Fragmentados e foi uma surpresa maravilhosa, gostei muito mais da obra do que esperava. Parece que Desintegrados possui protagonistas diferentes do volume anterior, né? Não sei exatamente o que acho disso, preciso ler pra definir hahaha ótima resenha! Fico feliz em saber que a história manteve sua qualidade e traz uma continuação sensacional

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. É um tipo de livro que tenho muita curiosidade de ler, adorei a resenha.

    Beijos
    http://www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Paloma,
    Nunca li esse livro e para ser sincera, acho que é a primeira resenha que leio dele.
    Mas parece ser interessante, você elogiou bastante!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.