[Resenha] Perdendo-me Cora Carmack

perdendo-me-cora-carmack
Carmack, Cora. Perdendo-me/ Cora Carmack; tradução Ana Death Duarte.—Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2014.
VIRGINDADE. Bliss Edwards vai se formar na faculdade e ainda tem a sua. Chateada por ser a única virgem da turma, ela decide que o único jeito de lidar com o problema é perdê-lo da maneira mais rápida e simples possível com uma noite de sexo casual. Tudo se complica quando, usando a mais esfarrapada das desculpas, ela abandona um cara charmosíssimo em sua própria cama. Como se isso não fosse suficientemente embaraçoso, Bliss chega à faculdade para a primeira aula do último semestre e... adivinhe quem ela encontra?

LIVRO FÍSICO - LIVRO DIGITAL

Classificação: 




Por Paloma Viricio
Visão Geral

Sexo X Virgindade

Esse livro é bem interessante porque aquilo que somos apresentados quando vemos a capa e lemos a sinopse não é bem aquilo que a obra nos presenteia em si. À primeira vista nos parece ser um daqueles romances bem hots de pegar fogo e incendiar aldeias que só nos embebeda com cenas de sexo e mais sexo. Por incrível que pareça não é um romance hot e sim sensual se posso classificar assim. Digo isso porque não há nenhuma cena de sexo explícito, muito menos casual como narrado na sinopse. Perdendo-me é um romance agradável de ler, com cenas sensuais, mas que não chega a ser um hot propriamente dito. Não esperava, mas gostei disso!

“A língua dele estava dentro da minha boca, em uma busca furiosa e exigente. Era paixão na sua forma mais crua. Eu sempre tinha fingido entender a química quando os atores ficavam juntos no palco, mas agora eu entendia. O que quer que acontecia quando ele me tocava era como uma reação química: moléculas se transformando, mexendo-se, exalando calor”

O estilo da autora

Gostei bastante da escrita da autora. Ela nos apresenta um romance bem costurado, leve e com pitadas de bom humor. Nunca tinha lido nada dela antes e  gostaria de ver outros livros escritos pela mesma em outras linhas de gênero, como um drama, por exemplo, afinal a mulher tem o dom da escrita e acredito que se daria bem escrevendo qualquer coisa.

Bliss e Garrick

Bliss é meio louca. Eu achei em alguns momentos (principalmente no início) que ela mostrava ser o que não era verdadeiramente. Era como se precisasse fazer algumas coisas, tomar certas atitudes para ser aceita na sociedade e não se sentir a diferentona. Isso acaba que gerando confusão ...é meio que óbvio! Já Garrick é tipo de cara gostosão, misterioso e intelectual. Sinceramente o par perfeito...quem não iria gostar desse homem? Só que os dois nunca iriam imaginar que seriam incluídos em uma situação daquelas juntos já que se conheceram em um encontro causal. O destino e suas armadilhas! Sobre as personagens secundárias eu sinceramente não tenho muito o que falar. Acredito que elas irão se mostrar mais nos outros livros da trilogia.

“Eu podia ver que Dom estava puto. Ele desferiu um olhar pungente, e empurrou e abriu porta com tanta força que ela bateu com tudo na parede do lado de fora. Eu não podia ter um minuto de paz essa semana Será que o mundo estava jogando merda em cima de todo o resto do pessoal ou era só comigo?”

Primeiro New Adult de Cora Camarck

Perdendo-me é um New Adult que inicia a trilogia de nome homônimo. Ele é o primeiro de dois já lançados: Fingindo e Encontrando-me. Todos os volumes foram lançados aqui no Brasil pela Editora Novo Conceito. Um obra bem legal para passar o tempo. Indico!

“Ele exalou o ar junto à minha orelha, o que me provocou arrepios na espinha. Ele deslizou uma das mãos do meu quadril para a minha barriga. Com os dedos estendidos, seu polegar repousava cerca de uns dois centímetros abaixo do meu sutiã e seu dedo mindinho trilhava o cós da minha saia. Ele usou aquela mão para me puxar para junto dele ao mesmo tempo em que remexeu os quadris”

Design e diagramação

A capa do livro é bonita, mas nada mirabolante. Sinceramente não consegui enxergar a Bliss e nem o Garrick nessas pessoas da capa e isso é um problema que acontece de forma mais corriqueira que se possa imaginar. É incomodo. O miolo é impresso em papel pólen, possui letras e espaçamentos agradáveis.

Sobre a  autora

cora-carmack-author

Cora Carmack é uma escritora de vinte e poucos anos que adora escrever sobre personagens de vinte e poucos anos. Ela já fez de tudo um pouco: teatro, vendas, aulas. Adora ir ao teatro, viajar e qualquer coisa que a faça rir muito. Seus personagens circulam pelos ambientes e situações mais improváveis, e Cora sempre os ajuda a arranjar um namorado ou namorada no final. As pessoas improváveis também precisam namorar, não é? Seu primeiro livro, Perdendo-me, figurou nas listas de mais vendidos do The New York Times e do USA Today.

Postagens Relacionadas Cora Carmack
  • Fingindo- Cora Carmack
  • Encontramdo-me - Cora Carmack

Licença Creative Commons
A Resenha Perdendo-me - Cora Carmack de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.

Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.  

7 comentários:

  1. Eu compro livros através da estante
    virtual pelos quais pago a metade
    do que gasto com o frete. Algumas
    vezes compro o que você sugere, mi-
    nha doce Paloma. Portanto, obriga-
    do pelas dicas e pelo carinho que
    tem pelos amigos.

    Beijos e beijos, muitos.


    .

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia, mas parece interessante! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha ouvido falar da escritora.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela resenha Paloma! Já li Perdendo-me e Fingindo e curti bastante. Estou ansiosa para ler Encontrando-me. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Paloma, como vão as coisas desse lado de cá?
    Bem interessante, mas deixo para as pessoas de
    20 e poucos anos k.
    Boa continuação de semana.
    janice.

    ResponderExcluir
  6. Hey Paloma! Tudo bem?
    Eu não conhecia o livro, e não curto lá o gênero dele. Mas gostei da sua resenha!
    Obrigada pelo comentário lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.