[Resenha] Resgate de Outras Vidas - Stephane Loureiro

Resgate de Outras Vidas - Stephane Loureiro

resgate-de-outras-vidas
Classificação: 

Resgate de Outras Vidas - Stephane Loureiro

Por Paloma Viricio


Aborto: Um crime tenebroso contra o espírito


Aborto é um assunto polêmico que divide opiniões. Uns são á favor, outros contra. Fato é que a literatura espírita é vasta em obras sobre o tema, cujo lado é somente um: O espiritismo é totalmente contra o aborto. Anular a possibilidade da reencarnação de um espírito é cometer um crime hediondo, é assassinato, já que estaríamos burlando uma das mais importantes leis divinas, que é o direito da reencarnação.

O processo de reencarnação de um espírito é complexo, envolve diversos fatores que engloba o próprio espírito, outros tantos responsáveis por auxiliá-lo, além é claro, daqueles que irão conviver com ele durante a existência carnal. Todo o preparo, efetivação de uma reencarnação, varia bastante, pode demorar algum tempo ou geralmente anos. Imagine o espírito ser abortado sem nem mesmo nascer depois dessa trabalheira toda...

“Repetidamente, tais vozes a acompanham. Para onde quer que rastejasse, a infeliz estava cercada dessas lamúrias. Os infelizes fetos abortados choravam e gritavam em desespero, sem que ela tivesse um minuto de paz.”

Consequências do aborto para o espírito


As consequências do aborto são diversas. Além de anular todo o processo de uma nova existência, o executor dessa prática faz com que o trabalho e tempo de toda espiritualidade envolvida vá por água abaixo. Deixa sequelas naquele que teve o direito do retorno negado por seres que deveriam auxiliá-lo, o que pode causar grande raiva no espírito que assassinado só necessitava de amor. Isso pode gerar extrema raiva ao espírito pertencente ao feto, ocasionando grande processo de obsessão contra aqueles que impossibilitaram a continuidade de sua vida.

Além disso, aqueles que praticam o procedimento abortivo, terão que colher os frutos das sementes obscuras que plantaram. A carga desses espíritos, muitas vezes já devedores entre si, é grande. O resgate torna-se ainda mais pesaroso depois disso.

“Amparo, muito embora debilitada e mentalmente fragilizada, alternava períodos de lucidez com outros, angustiantes, de loucura, em que revia mentalmente os diversos crimes que cometera enquanto esteve encarnada, como se sua mente, de tempos em tempos, fizesse questão de relembrar, nos mais nítidos detalhes, todas as dolorosas mortes que desencadeara.”

 Existe Hora certa para morrer?


Resgate de outras vidas é um livro completo. Além do aborto, traz temas importantíssimos para reflexão do ser. Há um caso, neste livro que mostra como somos responsáveis não somente sobre nossos atos, mas também sobre o que fazemos com nosso corpo material. O corpo de carne é uma morada provisória, emprestada por Deus, para que possamos realizar experiências evolutivas.

Cada caso é um caso, mas ao planejar uma reencarnação, o espírito programa diversos pontos que precisa acertar, inclusive a previsão do retorno à casa espiritual. Mas, ao reencarnar, esquece temporariamente essas questões. Assim sendo, pode acontecer diversos fatores que antecipem ou estique um pouco mais a permanência no corpo físico.

Abusos ao corpo, vida desregrada, danos ao aparelho físico, podem ser vertentes responsáveis por um desencarne antecipado. Assim como mostrado no livro Nosso Lar, por André Luiz, aquele que não cuida corretamente da sua morada provisória é considerado uma espécie de suicida involuntário, pois antecipa seu desenlace do corpo físico, deixando até mesmo de cumprir questões importantes que havia programado para aquela reencarnação.

“Espíritos que concorrem para o próprio desencarne, seja por conta da conduta negligente em relação à própria saúde, seja em razão de vícios graves, são equiparados aos suicidas e, como tais, em razão da ausência de esgotamento do fluido vital, ainda que o corpo pereça, continuam vinculados à veste física até que o tal fluido seja plenamente exaurido e o perispírito possa se desprender completamente do invólucro terreno.”

Como ocorrem os resgates de outras vidas?


Os Resgates de outras vidas podem ocorrer de formas diversas. Geralmente é  o espírito que escolhe quais experiências precisa viver para sanar erros passados. Isso é claro, quando a reencarnação é programada. A espiritualidade amiga planeja tudo com ele, é permitido experimentar aquilo que melhor o fará aprender ou rever seus atos, tudo com o consentimento de Deus. A reforma íntima é importante passo para melhorar a condição moral do espírito.

Já nas reencarnações compulsórias a situação é diferente, pois o espírito não quer ou não tem condições de programar nada. Como um cego direcionado por um guia, o espírito reencarna compulsoriamente para de acordo com aquilo que lhe for melhor acordado por Deus para sua evolução, possa ser colocado em prática. O livro também mostra exemplos dessas duas questões que são muito interessantes.

Espíritos inferiores são meros ignorantes?


Muito pelo contrário, na maioria das vezes são inteligentíssimos, mas lhes falta alcance moral digno. Em Resgate de Outras Vidas fica bem claro isso com o exemplo mostrado pela autora. Tudo é equilíbrio, não adianta avançar intelectualmente se a moral não acompanha. O resultado disso será o uso da inteligência, um dos atributos do espírito dado por Deus, para realizar condutas mal intencionadas. O que conhecemos superficialmente como umbral é uma região que corresponde somente a porta de entrada ao mundo de espíritos não esclarecidos.

Existem diversos graus de densidades, inclusive aqueles bem profundos que podem ser considerados como verdadeiras trevas. Assim como há as colônias para reestruturação do espírito até o período de reencarne, há também cidades trevosas, organizações sombrias, empenhadas em propagar o mal. Além de ler Resgate de Outras Vidas, interessados podem aprofundar os estudos sobre o tema, lendo o livro O Abismo de R. A. Ranieri.

Design e diagramação

Acredito que vocês já saibam que nessa parte irei tecer elogios infinitos, né? Quando se trata dos livros da Vida e Consciência, não tem outra opção. Sou apaixonada pelo trabalho dessa equipe que encanta nossos olhos com todo carinho. A capa é linda demais, faz o leitor ficar ainda mais atiçado para ler. As letras sempre bem confortáveis, capítulos bem separadinhos, espaçamento  maravilhoso e miolo impresso no nosso queridinho pólen.

Sobre a autora


Stephane Loureiro, natural de Aracaju/SE, nascida em 1987, é advogada, pós-graduada em Processo Civil e jornalista. Desde a infância, escreve prosa e poesia, tendo participado de diversas coletâneas literárias. Lançou em 2015, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil- Seccional Sergipe, seu primeiro romance, intitulado Dor e Redenção. A autora professa a doutrina espírita desde os 11 anos e milita ativamente em prol da divulgação doutrinária, sendo assídua palestrante espírita, é Coordenadora de Assistência e Promoção Social da Federação Espírita do Estado de Sergipe e membro da Academia de Letras Espíritas do Estado de Sergipe, tendo sido eleita, aos 28 anos, para ocupar a cadeira de número 23, cuja patronesse é a veneranda poetisa Auta de Souza. Fonte: Vida e Consciência.

Licença Creative Commons


O trabalho Resenha- Resgate de Outras Vidas de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.

Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.  

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.